plano de aula

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1063 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de outubro de 2014
Ler documento completo
Amostra do texto
Tipos de Dietas
Dietas Hospitalares

Dieta Normal ou Geral
Quantidades adequadas de nutrientes
no intuito de suprir os requerimentos do
organismo.
Não existe restrição a alimentos

Introdução à Nutrição

Respeitar características individuais
Indivíduos sadios

Renato Marques

Modificações da Dieta Normal
Modificações segundo critérios
químicos, físicos e organolépticos.Características físico-químicas que
modificam a dieta:
Temperatura
Volume
Conteúdo de resíduos
Teor de purinas
Teor de macronutrientes
Teor de sódio
Consistência

Modificações da Dieta Normal
Temperatura
• Líquidos: equilibram rápido a temperatura
quentes provocam queimaduras na boca
• Alimentos gelados equilibram a temperatura na
boca e no esôfago.
sorvetes no esôfago podem provocarespasmo
pilórico com dor intensa
• Alimentos quentes
gástrica
• Alimentos frios
gástrica

a saciedade e a motilidade
a saciedade e a motilidade

Modificações da Dieta Normal
TEMPERATURA
- Ambiente
- Morna
- Quente
- Fria
- Gelada
• Temperatura do alimento influencia o sabor
• Após ingestão
Equilíbrio da temperatura
(Tempo para adequação da temperatura
depende da consistência dosalimento)
• Alimentos compactos: Sedem calor com
dificuldade. Pouco tempo na boca
ardor no
esôfago e estômago

Modificações da Dieta Normal
• VOLUME
Normal
g/Kcal = 1
Aumentado
g/Kcal > 1
Diminuído
g/Kcal < 1


DC = Calorias
Volume

• Objetivo:
Ganho ponderal – DC da dieta aumentada
Perda ponderal – DC da dieta diminuída

1

Modificações da Dieta Normal
• CONTEÚDO DERESÍDUOS
Substâncias celulósicas contidas nos alimentos
de origem vegetal e tecido conjuntivo presente
nos alimentos de origem animal

Isenta de resíduos
Indicada para repouso gastrointestinal
Alimentos: Caldos, Chás, água de coco,
sucos coados.

Modificações da Dieta Normal
• TEOR DE PURINAS
Purinas ???
Bases nitrogenadas nucleoproteínas (DNA e RNA)
As purinas são metabolizadas à ácidoúrico
excretado ↵
Ex: Gota – deficiente metabolização das purinas

• Hiperpurínica
• Hipopurínica
• Apurínica

Modificações da Dieta Normal
• TEOR DE MACRONUTRIENTES
PT – Hiperproteica
Hipoproteica
Lip – Hiperlipídica
Hipolipídica
CHO – Hiperglicídica
Hipoglicídica

Modificações da Dieta Normal
conteúdo de resíduos
Pouco resíduo
Frutas e verduras cozidas em forma de purê
Comresíduos brandos
Tecido conjuntivo abrandado pela cocção mas sem
subdivisão
Cereais parcialmente triturados, hortaliças
cozidas
Rica em resíduos
Estimula o transito intestinal
Cereais integrais, frutas cruas e se possível com
casca, hortaliças cruas (vegetais folhosos).

Modificações da Dieta Normal
• Alimentos com alto
teor de purinas
• Caldo e extrato de carne
• Vísceras
• Ovo
•Peixes (Arenque, Cavala
e Sardinha)
• Fermento de pães e de
cerveja
Os alimentos nesta lista
devem ser retirados na dieta
Hipopurínica

• Alimentos com teor
moderado de purinas
• Carne, *Peixe e Aves
(*Exceto aqueles do Grupo 1)

• Mariscos
• Aspargo, Cogumelos e
Espinafre
• Feijões, Ervilhas e
Lentilhas
Uma porção (60 a 90g) de CPA
ou 1 porção (1/2 xícara) de
vegetais destegrupo é permitida
diariamente na dieta Hipopurínica

Modificações da Dieta Normal
• TEOR DE SÓDIO

Hipossódica
Restrição Leve (2.000 a 3.000mg) – quantidade
limitada de sal no cozimento.
Restrição Moderada (1.000 a 2.000mg) – adicionar 1
a 2g de NaCl após o cozimento.
Restrição Estrita (500mg) – nenhum sal é adicionado
durante ou após a preparação do alimento. Além
disso, carnes, ovos eleite são permitidos em
pequenas quantidades.
1g NaCl = 400mg Na

2

Modificações da Dieta Normal
• QUANTO A CONSISTÊNCIA

Consistência da Dieta
• Normal
– Fornece

– Normal
– Branda
– Pastosa
– Semi-líquida
– Líquida completa
– Líquida restrita

calorias e nutrientes em
quantidades diárias recomendadas para
manter a saúde do indivíduo.

– Indicação: pacientes que não...
tracking img