Plano de aula sistema respiratorio

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1525 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVAG - CENTRO UNIVERSITÁRIO
GRUPO DE PRODUÇÃO ACADÊMICA- GPA
FACULDADE DE CIÊNCIAS BIOLOGICA

Profª Dª: Ândrea Dalmolin

RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA DE FISIOLOGIA VEGETAL SOBRE RELAÇÕES HIDRICAS

Rosenilda de Jesus Souza
Danielle

Várzea Grande-MT
Abril/2013

Introdução
A água é essencial para amanutenção da integridade funcional das moléculas biológicas: células, tecidos, todo o organismo. O potencial hídrico reflete a quantidade de água existente no interior das células. A absorção ou a perda de água pelas células se dá através das diferenças do seu potencial hídrico num processo denominada osmose. O conceito de potencial de água é importante porque regula o transporte através das membranase permite avaliar o estado hídrico da planta. As atividades metabólicas das células são afetadas pelo nível de hidratação, podendo ocorrer paralisação de processos metabólicos.
A água ainda preenche os vacúolos ou vesículas celulares e serve como meio de transporte aos espaços intercelulares e elementos condutores do xilema e floema.
A Lei de Fick diz que a difusão pode ocorrerespontaneamente, a favor de um potencial hídrico, até que o equilíbrio seja adquirido. Estando em equilíbrio, nenhum movimento do soluto pode ocorrer sem a aplicação de uma forca direcionada.

Objetivo:
Determinar o potencial hídrico em cubos de beterraba verificando em que condição ocorre ganho ou perda de água.
Materiais Utilizados
• Béquer de 1 litro
• Sacarose (açúcar de cozinha)
• Água destilada• Beterraba
• Balança semi-analitica para 200g
• Papel toalha
•11copos descartáveis
•Faca
• Caneta piloto

Metodologia
Enumeramos os 11copos descartáveis com os numero os de 1 a 11 em seguida cortamos 11 pedaços de beterraba em cubos todos do mesmo tamanho, umedecemos de um a um na solução de sacarose com 0,1mol.L secamos com papel toalha e pesamos em seguida

Resultados:
Nassoluções menos concentradas, os cubos de beterraba apresentaram ganho de peso enquanto nas mais concentradas ocorreu o contrário. As células absorveram água quando seu potencial hídrico foi menor que o do meio externo (solução hipotônica) vão perder água caso seu potencial hídrico seja maior do que o do meio circundante (solução hipertônica). Quando a quantidade de água no interior da célula forigual a do meio circundante, a mesma não ganhará nem perderá água (solução isotônica). . forca direcionadora para a difusão da sacarose é a energia do gradiente, estabelecido no inicio do experimento por causa da diferença de potencial osmótico.

estoque de sacarose 0,10 M; 0,15 M; 0,20 M; 0,25 M;
1.
0,30 M; 0,35 M; 0,40 M; 0,45 M; 0,50 M; 0,70 M; 1,0 M e uma placa com água destilada.
2.Corte vários discos de batatinha, com o mesmo diâmetro e a mesma espessura (3 mm), usando um cortado
r adequado (figura 16). Faça isso cuidadosa e rapidamente, a fim de evitar perda de tempo e dessecamento
das células. Pese cada disco logo que for cortado, colocando na primeira placa o primeiro disco, na segunda,
o segundo disco, e assim por diante, em ordem crescente de concentração.Quando a última placa tiver
recebido seu primeiro disco, coloque na mesma placa outro disco. Continue a colocação dos discos em ordem
decrescente, até que cada placa tenha dois discos.
3. Prepare uma tabela com sete colunas, colocando na
primeira os pesos da primeira série de discos, na
segunda os pesos da segunda série e na terceira coluna
a soma dos dois discos de cada placa. Depois de 30minutos, repese os discos de cada placa juntos anotando
o peso na quarta coluna. Recoloque-os imediatamente na
respectiva solução. Na quinta coluna coloque as
diferenças entre a terceira e a quarta colunas.
4. Após 30 minutos repese os discos de cada placa como
fez anteriormente, anotando o peso na coluna seguinte
(sexta) da tabela. Retome os discos para as soluções. Na
sétima...
tracking img