Plano de aula rousseau

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (612 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
PLANO DE AULA
ÁREA: Filosofia Política
TEMA: Contratualismo.
HISTÓRIA DA FILOSOFIA: Filosofia Moderna
INTERDISCIPLINARIDADE: Artes plásticas
DURAÇÃO: 2 aulas de 50’ cada
AUTORIA: Luciana Xavierde Castro.

OBJETIVOS:

Refletir sobre o estado de natureza em Jean-Jacques Rousseau, para compreender a
importância desse conceito para o desenvolvimento de sua filosofia.

METODOLOGIA:
Odesenvolvimento desta proposta dar-se-á pela exposição do tema proposto, com o
apoio de alguns recursos didático-pedagógicos, tais como quadro e giz e retro-projetor. Terse-á como ponto de partida aintrodução do tema proposto a ser desenvolvido.

PROGRAMAÇÃO:

1ª aula
Titulo: A concepção de estado de natureza em Rousseau
Apresentação dos principais conceitos do estado de natureza emRousseau, a saber, o
direito natural, a felicidade original e a concepção do homem como “bom selvagem inocente”.
Será feita a leitura do texto de apoio, com o intuito de facilitar a compreensão do conceitoem
questão e sua importância para a construção do pensamento de Rousseau.

2ª aula
Titulo: Conclusão do conteúdo apresentado
Apresentação de pictografia, que consiste em uma gravura feita por umasociedade préhistórica, em que, não havia a constituição de uma sociedade organizada em torno da
propriedade privada. Essa imagem “representará” o Estado de natureza em Rousseau, por
meio deanalogia.

1

CONTEÚDOS:

1.1 Texto de apoio:
Enquanto os homens se contentaram com suas cabanas rústicas, enquanto se limitaram
a costurar com espinhos ou com cerdas suas próprias roupas de peles,a enfeitar-se com
plumas e conchas, a pintar o corpo com varias cores, a aperfeiçoar ou embelezar seus arcos e
flechas, a cortar com pedras agudas algumas canoas de pescador ou alguns instrumentosgrosseiros de música – em uma palavra: enquanto só se dedicavam a obras que um único
homem podia criar e a artes que não solicitavam o concurso de várias mãos, viveram tão
livres, sadios, bons e...
tracking img