Planejamento

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 62 (15334 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Pontifícia Universidade Católica do Paraná
ESCOLA TÉCNICA DA PUC - TECPUC
CURSO TÉCNICO DE ADMINISTRAÇÃO

ANA CAROLINA MOREIRA MARTINS
CRISTIANE DE ALMEIDA PAIVA
EDILAINE APARECIDA MACHADO ROCHA
JHESSICA REGINA CORDEIRO DE MACEDO

MELHORES PRÁTICAS DE PLANEJAMENTO E OS DESAFIOS PARA AS ORGANIZAÇÕES CONTEMPORÂNEAS: ESTUDO DE CASO INDÚSTRIA DE BEBIDAS

CURITIBA
2012
ANA CAROLINAMOREIRA MARTINS
CRISTIANE DE ALMEIDA PAIVA
EDILAINE APARECIDA MACHADO ROCHA
JHESSICA REGINA CORDEIRO DE MACEDO

MELHORES PRÁTICAS DE PLANEJAMENTO E OS DESAFIOS PARA AS ORGANIZAÇÕES CONTEMPORÂNEAS: ESTUDO DE CASO INDÚSTRIA DE BEBIDAS

Trabalho para avaliação do segundo bimestre da disciplina de Planejamento Organizacional da Escola Técnica da PUC, segundo período, turma A, como requisito parcialna formação de Técnico em Administração.

Orientador: Prof. Rudimar Birgman.

CURITIBA
2012

ANA CAROLINA MOREIRA MARTINS
CRISTIANE DE ALMEIDA PAIVA
EDILAINE APARECIDA MACHADO ROCHA
JHESSICA REGINA CORDEIRO DE MACEDO

MELHORES PRÁTICAS DE PLANEJAMENTO E OS DESAFIOS PARA AS ORGANIZAÇÕES CONTEMPORÂNEAS: ESTUDO DE CASO INDÚSTRIA DE BEBIDAS

Trabalho para avaliação do segundo bimestre dadisciplina de Planejamento Organizacional da Escola Técnica da PUC, como requisito parcial na formação de Técnico em Administração.

AVALIADOR

_____________________________________
Professor Rudimar Birgman
TECPUC

Cidade, 23 de NOVEMBRO de 2012.
ESTUDO DE CASO INDÚSTRIA DE BEBIDAS

Autor: Ana Carolina Moreira Martins
Cristiane de Almeida Paiva
Jhessica Regina Cordeiro de MacedoEdilaine Aparecida Machado Rocha
Orientador: Prof. Rudimar Birgman

RESUMO
O estudo apresenta uma visão do setor de bebidas, situando os principais fatores, desempenho e as estratégias das empresas que atuam nesse mercado. O trabalho concentrou a análise nos segmentos de refrigerantes, sucos industrializados e cervejas. E comentam-se as possíveisconsequências para os segmentos analisados, em termos de oportunidades e restrições. O estudo permite concluir que embora exista potencial de crescimento no setor, o mesmo é fortemente dependente da má distribuição de renda do Brasil que, por sua vez, é influenciada pelo desempenho econômico do país como um todo. Identificamos a influência das redes de distribuição, dos custos na diferenciação dos produtoscomo principais formas de alcançar alta competitividade no mercado. Portanto, para as pequenas e médias empresas do setor, é importante o estabelecimento de políticas que auxiliem a criação de redes de distribuição, a realização de gastos com criação e divulgação de marcas próprias e capacitação gerencial dos empreendedores.

Palavras-chave: Bebidas. Indústria. Brasil.

IntroduçãoA indústria brasileira de bebidas reveste-se de considerável importância para a economia nacional, em virtude não apenas do valor da produção, como também em função do elevado dinamismo que tem apresentado recentemente.
Tal dinamismo é especialmente acentuado em alguns segmentos e foi parcialmente responsável pelo notável crescimento dedeterminados fabricantes que, hoje, ocupam posição de destaque no país e no exterior.
Apesar do papel que o setor de bebidas representa na economia brasileira, no entanto, é relativamente difícil encontrar informações organizadas e acessíveis sobre ele, excetuando-se alguns segmentos. Nesse sentido, este estudo tem por objetivo contribuir para a redução dessa carência deinformação, apresentando uma visão geral do setor e de seus principais segmentos.
O trabalho está estruturado de maneira a traçar um panorama da indústria de bebidas no mercado brasileiro. Desse modo, permitir a análise e discussão dos aspectos mais relevantes que se associam a cada segmento, em termos de estrutura, mercado e desempenho. Com base no escopo...
tracking img