Planejamento e a engenharia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 18 (4498 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de agosto de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
PLANEJAMENTO E A ENGENHARIA
Marcos Portnoi
 
Sumário
Introdução
Planejamento: definição
Planejamento na Engenharia
Trinômio Tempo-Qualidade-Custo
Técnicas de Planejamento e a Engenharia
Competição baseada no Tempo
Qualidade Total
Just in Time
Planejamento Estratégico
Concurrent Engineering ouEngenharia Simultânea
PERT/CPM
Cronograma
Considerações Finais
Referências Bibliográficas
 
Introdução
O presente texto pretende abordar o tema planejamento, fazendo-o sob o ponto de vista da Engenharia. Objetiva-se, na dissertação, trabalhar três questões básicas:
• Definir planejamento e sua aplicabilidade para a engenharia;
• Discutirsobre o trinômio tempo-qualidade-custo no planejamento de um negócio;
• Abordar algumas técnicas de planejamento aplicáveis a projetos de engenharia.
Planejamento: definição
O planejamento é uma parte vital e indissociável de qualquer projeto, processo ou atividade, desde as mais banais até as extremamente complexas. Pode ser definido como o ato de traçar um plano ou roteiro a serexecutado em determinado empreendimento, realizado tipicamente em etapas, com um objetivo a ser atingido.
Qualquer atividade requer planejamento, mesmo que seja uma simples decisão de que cor de meia vestir. Logicamente, algumas atividades requerem uma ação de planejar mais profunda, enquanto que para outras isso é dispensável. Por exemplo, uma decisão do que comprar num supermercado pode dependersomente de alguns cálculos mentais simples, uma lista de produtos em necessidade armazenada na memória ou num pedaço de papel e uma escolha de que meio de pagamento usar.
Mas observe-se que é possível inflar o trabalho de planejamento. O cálculo mental simples é melhorado com o uso de uma calculadora. A lista de produtos a comprar é previamente preparada em casa, notando o estoque atual emantendo-se um controle de uso de cada produto, de modo a estimar a curva de consumo e prever a quantidade a ser comprada por um período decidido. As características dos produtos podem ser previamente pesquisadas, bem como suas quantidades na embalagem, de forma a fazer uma lista prévia das possibilidades de escolha de produtos similares mais ótimos. Em adição, prepara-se um orçamento para a compra e, combase neste, decide-se o meio ideal de pagamento, considerando-se taxas, prazos, descontos, fluxo de caixa e crédito. Por fim, traça-se um mapa do caminho mais curto e mais rápido (com uma ou duas alternativas) para se chegar ao supermercado de automóvel. Desta maneira, o ato de fazer compras no supermercado é levado à sua máxima eficácia pelo planejamento prévio. Entretanto, ao se seguir todasessas rotinas, gasta-se facilmente 2 a 3 horas de planejamento para uma atividade que não consome sequer uma hora para ser executada.
O exemplo acima ilustra algumas características do bom e mau planejamento. Uma das mais importantes e mesmo assim freqüentemente esquecida é o foco. O planejamento tenciona a realização de um objetivo. Este sempre deve ser mantido em mente, mas, por excesso de zelo ouno afã de documentar um processo, comete-se exageros do tipo mostrado acima. É claramente uma perda de foco, onde o trabalho de planejamento acaba tornando-se mais importante que o objetivo original em si.
Um outro aspecto chave do planejamento, e que também é facilmente perdido no meio da ânsia de se usar técnicas avançadas ou "modernas" (i.e., na moda) de planejamento é o bom-senso. Acapacidade de saber medir os recursos usados para o objetivo em questão, e quanto tempo gastar nisso, e de forma simples e racional.
Um caso ilustrativo: é preciso controlar os estoques de pregos e parafusos numa pequena loja que vende pregos, parafusos e outros apetrechos no varejo, a retalho, no balcão. O próprio dono do negócio que atende no balcão (auxiliado por um ajudante) quer um meio de medir...
tracking img