Planejamento familiar

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 70 (17395 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
CAPÍTULO I

Breve Histórico do Serviço Social

1. Contextualizando o processo história do Serviço Social

O processo histórico do Serviço Social surge no final do século XIX, em 1898, na cidade de Nova Iorque, Estados Unidos. Com a ascensão da sociedade burguesa com o aparecimento de classe sociais, a burguesia (classe social dominante) necessitava de um profissional que cuidasse da áreasocial assistindo a classe proletária.
O serviço social surge da emergência da questão social do conjunto das expressões da desigualdade social, econômica e cultural, ou seja, problemas da sociedade capitalista madura, do antagonismo entre o capital e o trabalho(AGUIAR, 1982).
A história do Serviço Social está ligada aos fatos históricos, portanto não deve ser entendida como uma cronologia defatos, mas na sua ligação com o contexto geral da sociedade, isto é, a história dos processos econômicos, das classes e das próprias ciências sociais.
Neste sentido, a ação ou ato de ajudar o próximo, com o sentido de promover o bem estar social sempre esteve presente na história da humanidade, no entanto o agir do serviço social, segundo Vieira (1980, p.27), “sofreu influência das idéias,costumes e tradições dos diversos momentos históricos, pois o agir social do homem depende do que crê e do que pensa, ou seja, da motivação dos seus atos”.
De acordo com o autor, cada sociedade tinha sua maneira de conceber e promover a ajuda aos que precisavam. Na antiguidade, por exemplo, as tribos eram nômades e tinham como cultura de subsistência a pecuária e a agricultura então, os membros dastribos tinham função e a pobreza aparecia somente em momentos de guerra.
A assistência estava de acordo com os costumes e crenças de cada tribo, sendo que a responsabilidade com os pobres, velhos e abandonados era da família, clã ou da própria tribo.
Na sociedade mítica, conforme Vieira (1980, p.28), “a miséria, a doença, as enfermidades, as catástrofes são castigos dos deuses pelas faltas daprópria pessoa ou de seus pais”. Essa maneira de pensar cria um ambiente de aceitação dos problemas tendo em vista que são atribuídos os castigos divinos, tirando do homem o poder de intervenção.
Enquanto que na concepção hebraica, há uma mudança de foco, Deus está no centro e o livro guia é a Bíblia, onde está o direcionamento das ações de caridade. Com estabelecimento do cristianismo comoreligião oficial por Constantino em 313 d. c. através do decreto de Milão, a sociedade deixa de ser um ambiente místico para ser unificada por uma única religião (Vieira, 1980).

O Advento do Cristianismo transformou o conceito de caridade: todos os homens, de qualquer nacionalidade ou raça, são irmãos. Ser pobre ou doente não constitui castigo de Deus, mas conseqüência da imprevidência individualou das circunstâncias; a pobreza e a doença são consideradas como provação, da qual se poderiam haurir grandes merecimentos. Ajudar o pobre recebê-lo, é meritório, pois, ele representa a própria pessoa do Salvador. A caridade constituía, assim, para quem a dispensava, um meio de alcançar méritos para a vida eterna: era uma virtude. (VIEIRA, 1980, p. 30).


Faz-se se importante ressaltar queo pensamento estar em vigor na época, a família ainda tinha sua parcela de responsabilidades com os seus, agregados e serviços, porém esta tarefa foi compartilhada com a igreja e seus sacerdotes, como também a responsabilidade de administrar as obras de caridade. Que funcionavam de acordo com Vieira (1980, p. 31), “dispensários, hospitais, leprosários, orfanatos e escolas.
No entanto nosséculos XIII–XIV foi que começaram a surgir às ordens religiosas que trabalhavam com assistência social, através de visitas domiciliares a hospitais buscando ajudar com materiais as pessoas necessitadas.
Nesse momento os governos não eram voltados à caridade, suas ações giravam em torno da defesa do território e ao controle da ordem interna. A fim de evitar brigas e que não saísse de seu poder o...
tracking img