Planejamento estratégico

Páginas: 31 (7717 palavras) Publicado: 3 de fevereiro de 2011
1 FORDISMO, TOYOTISMO E VOLVISMO: OS CAMINHOS DA INDÚSTRIA EM BUSCA DO TEMPO PERDIDO THOMAZ WOOD JR. Fonte: Revista de Administração de Empresas. São Paulo, 32 (4):6-18. Set. /Out. 1992. A nous Ia líberté é o título de um filme do diretor francês Renê Clair. A estória mostra dois companheiros de fuga da prisão; um só deles bem-sucedido assinale-se, que em detrimento do outro. Eles são osprotagonistas de uma sátira à indústria - sociedade - que reduz o homem a uma máquina. O bem-sucedido na fuga, interpretado por Raymond Cordy, sobe rápida e habilmente no mundo industrial, tornando-se um importante empresário. O outro, Henri Marchand, após cumprir sua pena, perambula inocentemente pela narrativa, conservando o ar alegre e um desapego sincero, tentando sempre aceitar o inesperado. Oreencontro dos dois amigos, agora habitando mundos diametralmente opostos, dá início a uma reviravolta na estória. Henri vai trabalhar na fábrica de Raymond e suas ações vão potencializar a reconversão do amigo. Na seqüência final, a fábrica - uma quase personagem - é entregue por Raymond aos operários, que não têm outras atividades que não sejam pescar ou distrair-se em jogos. Enquanto isso, a produçãoé feita por autômatos. Os dois amigos seguem seu caminho, pela estrada, com uma trouxa de roupas nas costas e cantarolando a canção que dá título ao filme. O diretor usa o vasto complexo industrial como moldura para uma crítica bem humorada- aos processos desumanizadores. Em essência, defendem-se, de maneira por vezes ingênua, mas sempre poética, os valores básicos do ser humano. O filme é de1931. INTRODUÇÃO: OS SISTEMAS GERENCIAIS E SUAS IMAGENS A partir da década de 70, a liderança industrial até então incontestável dos Estados Unidos e da Europa Ocidental passou a ser desafiada pelo Japão. Advoga-se que este fato está estreitamente ligado ao declínio da forma de organização do trabalho dominante nas empresas ocidentais.O modelo de produção fordista estaria, por isso, sendo substituídona indústria manufatureira em todo o mundo por novos conceitos e princípios. Este texto abordará este tema a partir de três metáforas desenvolvidas por Gareth Morgan no livro Images of Organization .1 Para criar um campo analítico, estas metáforas serão contrapostas

1

MORGAN, Gareth. Images of Organization. Beverly Hills : Sage, 1986. Além das imagens utilizadas no presente trabalho, Morgantambém desenvolve as seguintes imagens para organizações: culturas, sistemas políticos, prisões psíquicas, fluxo e transformação e instrumentos de dorninação. Há tradução do livro pela Atlas, com o título Imagens da organização

2 a três diferentes sistemas gerenciais. Assim, na primeira parte, será descrita a imagem da organização como máquina e, em seguida, abordado o tema da produção emmassa a partir do caso da Ford. Na segunda parte, a empresa analisada será a Toyota e a imagem escolhida, a da organização como organismo. Na terceira parte, finalmente, será tomada a metáfora do cérebro e abordado o caso da Volvo. ORGANIZAÇÕES COMO MÁQUINAS: FORD E A PRODUÇÃO EM MASSA As origens da organização mecânica2 A palavra organização vem do grego organon, que significa instrumento.Organizações são, portanto, uma forma de associação humana destinada a viabilizar a consecução de objetivos predeterminados. Mas este conceito perdeu força prática em algum ponto do desenvolvimento capitalista, quando as organizações passaram a ser fins em si mesmas. Pode-se afirmar que esta transformação está de alguma forma ligada à mecanização do trabalho e suas conseqüências. Passamos, a partir de certoestágio do processo de industrialização, a usar máquinas como metáforas para nós mesmos e a moldar o mundo de acordo com princípios mecânicos. O trabalho nas fábricas passou a exigir horários rígidos, rotinas predefinidas, tarefas repetitivas e estreito controle. A vida humana sofreu profunda transformação. A produção manual deu lugar à produção em massa; a sociedade rural deu lugar à urbana e...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Planejamento Estratégico
  • Planejamento estrategico
  • Planejamento estratégico
  • Planejamento estratégico
  • Planejamento estrategico
  • Planejamento estrategico
  • Planejamento estratégico
  • Planejamento estrategico

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!