Piscicultura na baixada maranhense

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2337 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
NÚCLEO DE TECNOLOGIAS PARA EDUCAÇÃO - UemaNet
CURSO ADMINISTRAÇÃO À DISTÂNCIA
DISCIPLINA COMÉRCIO EXTERIOR
ATIVIDADE FINAL
ARRANJOS PRODUTIVOS LOCAIS – A PISCICULTURA NA BAIXADA MARANHENSE

Davi dos Santos Pinheiro*
Edílson de Jesus Rios**
Frassinete Rodrigues Mesquita***
Resumo:
Este artigo tem como tema e objetivo a análise da atividade de criação de peixes emcativeiro (açudes) na região da Baixada Maranhense, do crescimento dessa atividade e das conseqüências para o produtor a partir da transformação da atividade de subsistência para a atividade de agro-negócio, através de um planejamento concebido por um grupo de parceiros, baseado no programa de Desenvolvimento Regional Sustentável, do Banco do Brasil, buscando viabilizar condições para que a atividadealcance o mercado externo. As informações aqui disponibilizadas, de forma sintética, abordam os diversos aspectos da atividade desenvolvida naquela região, contemplando as fases experimentadas pelo projeto, desde sua concepção, com o estágio encontrado pelos atores, até o resultado pós implantação do projeto, onde se verificou avanços significativos na produção do pescado, objeto do projeto. Para aelaboração desse trabalho realizou-se um levantamento prévio da situação da atividade na região trabalhada, e, posteriormente, com trabalho de campo, conseguimos mensurar os resultados alcançados pelos produtores, a partir da implementação das técnicas aprendidas. Detectamos que o pescado produzido na região passou a ter excelente potencial para exportação, carecendo, para isso, da adequação àsexigências do mercado internacional, o que pode ser facilmente conseguido com a contratação de uma consultoria especializada no assunto.
Palavras-Chaves: Arranjos Produtivos Locais. Piscicultura. Baixada Maranhense.
* Graduando do Curso de Administração a Distância da Universidade Estadual do Maranhão – UEMA
** Graduando do Curso de Administração a Distância da Universidade Estadual do Maranhão –UEMA
*** Graduanda do Curso de Administração a Distância da Universidade Estadual do Maranhão – UEMA
1. Introdução
O presente trabalho tem como base a experiência dos componentes da equipe conseguida com a implantação do programa de Desenvolvimento Regional Sustentável – DRS, desenvolvido pelo Banco do Brasil e parceiros em seus locais de trabalho, uma vez que houve o comprometimento,junto ao Governo Federal, de aquele Banco promover ações de desenvolvimento sustentável em todas as regiões do país. Este trabalho focaliza sua estruturação em um Arranjo Produtivo Local desenvolvido na Região de Viana, Penalva e Matinha, cidades localizadas na Baixada Maranhense, estudos de situação vivenciada pelos produtores, e a análise dos avanços conseguidos a partir da implementação dastécnicas para produção e comercialização de pescado, passadas aos produtores através de capacitação para esse fim. O APL sob apreciação teve o início de sua construção em 2007, e frutifica até os dias atuais.
A piscicultura busca criar nos produtores da região a cultura de renovação do processo de produção, migrando da atividade rústica e empírica, desprovida de qualquer tecnologia, parauma atividade estritamente empresarial, renovável e sustentável.

2. Referencial Teórico
Uma vez que o presente artigo se baseia em experiências pessoais dos componentes da equipe em situações práticas vivenciadas pelo grupo, a elaboração e o desenvolvimento do presente artigo compila relatos dessas situações e contatos diretos mantidos com os produtores e atores do APL desenvolvido na região daBaixada Maranhense.
Entretanto, relativamente a APL, buscamos em Albagli e Brito (2002) uma definição de Arranjo Produtivo Local (APL), que nos inspirasse de forma conceitual, colocando um norte no desenvolvimento desse artigo. Assim, temos que, Arranjo Produtivo Local, é “a aglomeração de um número significativo de empresas que atuam em torno de uma atividade produtiva principal, bem como...
tracking img