Pim gestão

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 28 (6826 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de abril de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
COMPETÊNCIAS OU CARGOS: UMA ANÁLISE DAS TENDÊNCIAS DAS BASES PARA O INSTRUMENTAL DE RECURSOS HUMANOS
ARTIGO Lindolfo Galvão de Albuquerque
Professor Titular da área de Recursos Humanos do Departamento de Administração da FEA/USP.

Patricia Morilha de Oliveira
Graduanda em Administração de Empresas pela FEA/USP e bolsista de iniciação científica pelo CNPQ.

RESUMO Este trabalho foi baseado,em parte, nos resultados da Pesquisa RH 2010 (ALBUQUERQUE e FISCHER, 2000), que mostra a Gestão por Competências como uma forte tendência da Gestão de Pessoas para os próximos 10 anos. Fundamentado em levantamento bibliográfico e nos resultados da pesquisa, o artigo mostra a importância do processo de substituição dos sistemas tradicionais de gestão de pessoas, que têm o cargo como seu elementobase, pelos sistemas baseados nas competências individuais, apontando as diferenças entre os dois sistemas, os fatores que os favorecem e as principais críticas feitas a cada um deles. ABSTRACT In the past few years, the Competency-based model has been increasingly used as a new basis for the Human Resources policies, replacing the job analysis one. This new model consists today in one of thetendencies that will affect people management policies and procedures in the next decade. This study aims to show this process of change in human resources policies, from the traditional models based on the job characteristics to the new models based on the individual competencies. Based on bibliography and on the results of a research named HR2010, which covered the main

tendencies for the HRpolicies in the next ten years, this article also presents the differences between both models, pointing to their strengths and also to the problems related to each of them. 1. INTRODUÇÃO

Na última década, em virtude das mudanças que vêm ocorrendo no ambiente empresarial, ganhou expressão um novo conceito sobre Administração de Recursos Humanos: o Sistema de Gestão de Pessoas por Competências. Estesistema pode substituir os sistemas tradicionais, baseados no cargo, que ainda hoje são largamente adotados apesar de suas deficiências e desvantagens em relação ao sistema baseado nas competências individuais. O artigo explora a transição dos sistemas tradicionais de gestão de pessoas para o Sistema de Gestão por Competências, de modo a mostrar o funcionamento de ambos, comparando suas vantagense pontos de atenção, ante as tendências que a área de Recursos Humanos apresenta para os próximos 10 anos e conforme resultados analisados pela Pesquisa RH 2010 (ALBUQUERQUE e FISCHER, 2000), que será utilizada como base para as análises das questões aqui propostas, juntamente com o levantamento do que diversos autores publicaram sobre os temas estudados. Dessa maneira, o artigo analisa os fatoresque levaram ao surgimento e popularização do sistema de gestão baseado nos cargos, assim como os

Caderno de Pesquisas em Administração, São Paulo, v. 08, nº 4, outubro/dezembro 2001

Lindolfo Galvão de Albuquerque e Patricia Morilha de Oliveira

fatores que hoje o tornam objeto de várias críticas. Paralelamente, são mostrados os princípios básicos do sistema de gestão por competências,suas principais vantagens, bem como os fatores que levam à sua adoção. 2. A UTILIZAÇÃO DOS CARGOS COMO ELEMENTO-BASE DA GESTÃO DE PESSOAS

treinamento para gerentes, focando habilidades no relacionamento interpessoal. No entanto, ainda se tratava do “desenvolvimento de habilidades, e não de competências sociais, que agregassem valor à organização” (FLEURY, 1999). Na década de 60 surgiu na Europa aabordagem sociotécnica, elaborada inicialmente por psicólogos sociais. O trabalho começava, já aí, a assumir formas mais complexas e menos mecanicistas, porém ainda sem relação mais profunda com a estratégia da empresa. Nos anos 80, foi marcante o surgimento do modelo japonês de gestão, que se caracterizava por adotar o “trabalho cooperativo e de equipe, a falta de demarcação das tarefas a...
tracking img