Pim 2

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1702 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Roteiro da Disciplina de Tecnologia de Sementes
Assunto: Seminário sobre secagem de sementes
Aluna: Iolanda Borges Martins.
Professor: José Beethoven

INTRODUÇÃO: O homem desde os tempos mai remotos sentia a necessidade de secar grãos alimentícios, para a melhor conservação durante o armazenamento e também para posteriores plantações futuras; essa descoberta se ocorreu assimque o homem decidiu fixasse em locais onde construíam suas moradias e deixava de ser nômade e a praticar a agricultura, desde modo,ao longo do tempo as sementes eram secas na planta ou colhidas e submetidas à secagem natural,mas em geral não recomendável deixa-lás armazenadas na planta após a maturidade fisiológica;aguardando a secagem,pois podem ocorrerreduções na qualidade física,fisiológica e sanitária,em funções de condições ambientais,muitas vezes adversas (Faroni ET AL,1982;Spinola,1990;Ahreus,1993).
Por outro lado, a secagem natural em terreiros era bastante utilizada até a década de 80, mais de 80% da produção agrícola, principalmente no Brasil (Rossi e Roa 1980; Reis 1990), sendo muito trabalhosa lenta e dependentediretamente das condições climáticas favoráveis, (Matos 1989, Lobato ET AL 1993), ao trabalhar-se com grandes volumes de sementes, a secagem natural torna-se inviável, havendo necessidade de recorrer-se a secagem artificial (Silva e Lacerda Filho, 1984), em razão da possibilidade de antecipação da safra, colhendo sementes com menos perdas qualitativas e quantitativas, liberando as áreaspara outras culturas e também não há necessidade de interrupção da colheita, pois o fluxo de secagem normalmente acompanha-a, quando bem planejada.
Na agricultura moderna, a semente é tida como um insumo dos mais importantes e é um dos fatores que mais determina o sucesso ou o fracasso da produção, pois nela estão contidas todas as potencialidades da planta. Os produtosagrícolas devem ser secos por diferentes métodos,devido às suas características inerentes aos seguintes fatores:tolerância a temperatura,resposta a umidade,secagem de grãos para ração animal,secagem de milho para moagem,secagem de grãos para sementes.A secagem é portanto,uma exigência para garantir a qualidade da semente.
OBJETIVO: A secagem é realizada com o objetivo de preparar umproduto para a armazenagem e envolve fenômenos de transferência de calor e de massa entre os grãos e o ar de secagem, por meio desse processo remove-se a umidade do grão, deixando-o em equilíbrio com o ar do ambiente de armazenagem, contudo essa retirada deve ser feita de maneira que preserve a aparência, as qualidades nutritivas e a viabilidade como semente do produto armazenado.MEIOS UTILIZADOS: A definição quanto ao melhor método depende de diversos fatores: nível de instrução tecnológica do produtor, poder aquisitivo, volume da produção, velocidade de colheita e do fim a que se destinam os grãos (sementes e grãos podem ser extremamente duráveis, mas também altamente perecíveis ex: semente em boas condições e subseqüentemente mantida com baixos teores deumidade e temperatura pode reter seu poder de geminação e outras qualidades por longos períodos. Há vários métodos para secar as sementes colhidas, mas todos visam o mesmo objetivo, qual seja o de obtenção de sementes que,quando semeadas germinem e originem plântulas vigorosas,existem fundamentalmente dois tipos: secagem natural e secagem artificial, porém existem outros: circuitofechado com dissecador, secagem a vácuo, secador infravermelho e secagem especial; porém sem muita utilização pelo agricultor, aqui nesse roteiro será tratados apenas a secagem natural e artificial.
SECAGEM NATURAL: Esse tipo de secagem caracteriza-se pela utilização do sol como fonte de calor, ou pela permanência dessas sementes num ambiente relativamente seco, permitindo ao...
tracking img