Pielonefrite

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 18 (4298 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de julho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL HERMANN HERING
CURSO TÉCNICO EM ENFERMAGEM

ESTUDO DE CASO
INFARTO AGUDO DO MIOCÁRDIO
(IAM)

Clara Alice Brodzinski

Blumenau – SC
2012

SUMÁRIO

1. INTRODUÇÃO 02
2. DESENVOLVIMENTO 03
2.1 Descrições da Patologia 03
2.2 Conceito 03
2.3 Etiologia e Incidência 04
2.4 Fisiopatologia 05
2.5 Classificações 05
2.6 Sintomatologia 06
2.7Diagnóstico 07
2.8 Tratamento 08
2.9 Complicações 09
3. ASSISTÊNCIAS DE ENFERMAGEM 10
3.1 Preventiva 10
3.2 Curativa 10
3.3 Descrições do Estudo de Caso 11
3.4 Históricos de Enfermagem 12
3.5 Estudo dos Exames 13
3.6 Terapêuticas Medicamentosas 14
3.7 Impressão do Profissional quanto à Evolução do Indivíduo 14
4. CONSIDERAÇÕES FINAIS 15
5. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 16INTRODUÇÃO

Através de uma seleção de um caso de uma paciente com diagnóstico clínico, laboratorial e evolutivo de Pielonefrite, este trabalho de estudo de caso aborda sobre a infecção do trato urinário (ITU), mais especificamente sobre a Pielonefrite, que se caracteriza pela invasão e multiplicação bacteriana no trato superior, como os rins e a pelve renal, ocasionando uma bacteriúriasintomática ou assintomática.
As pielonefrites geralmente são resultado de uma ITU que não foi tratada corretamente. Os sintomas podem ser graves, especialmente em pacientes idosos. Geralmente o paciente refere dor na região lombar (abaixo da última costela nas costas), febre alta, calafrios, ardência para urinar, sensação de urina quente e urina mais escura. Náuseas e vômitos acompanham o quadro.
Estainfecção do trato urinário, constitui uma das principais causas de consulta na prática médica, só perdendo para as infecções respiratórias. É de maior risco durante a infância, devido à possibilidade de lesão renal irreversível e septicemia. 

DESENVOLVIMENTO

2.1 Descrições da Patologia
A pielonefrite é uma infecção urinária que atinge um ou ambos os rins. As bactérias oumicroorganismos que entram pela uretra passam pela bexiga e se instalam no rim. Nas mulheres, na maioria dos casos, isso ocorre pela contaminação e colonização perivaginal pela flora bacteriana fecal. O representante mais importante da flora bacteriana fecal é a Escherichia coli, responsável por 85-90% das infecções urinárias.
É considerada aguda se for causada por uma bactéria ou crônica se houver umalesão no rim após várias infecções repetidas.
A pielonefrite é um caso potencialmente grave, já que se trata da infecção de um órgão vital. É um quadro que pode ter gravidade semelhante a uma pneumonia. Se não tratado a tempo e corretamente, pode levar a sepse e até a morte.

2.2 Conceito

A infecção urinária pode comprometer somente o trato urinário baixo, o que especifica o diagnóstico decistite, ou afetar simultaneamente o trato urinário inferior e o superior; neste caso, utiliza-se a terminologia infecção urinária alta também denominada pielonefrite. A infecção urinária baixa ou cistite pode ser sintomática ou não.
As infecções do trato urinário podem ser complicadas ou não complicadas, as primeiras tendo maior risco de falha terapêutica e sendo associadas a fatores quefavorecem a ocorrência da infecção. A infecção urinária é complicada quando ocorre em um aparelho urinário com alterações estruturais ou funcionais.
Habitualmente, as cistites são infecções não complicadas, enquanto as pielonefrites, ao contrário, são mais complicadas, pois em geral resultam da ascensão de microrganismos do trato urinário inferior e estão freqüentemente associadas com a presença decálculos renais.
Tanto a infecção urinária baixa como a alta podem ser agudas ou crônicas e sua origem pode ser comunitária ou hospitalar.
O termo foi criado há cerca de meio século, após a introdução do conceito de bacteriúria significativa ou cultura de urina quantitativa positiva, por Kass, em 1955.

2.3 Etiologia e Incidência

É quase sempre causada por bactérias e só raramente...
tracking img