PIB- MACROECONOMIA

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1525 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de novembro de 2014
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO: O QUE É O PIB?

PIB significa Produto Interno Bruto é um dos indicadores mais utilizados na macroeconomia. O PIB é uma medida do valor dos bens e serviços que o país produziu em um determinado período na agropecuária, indústria e serviços. Ele tem como objetivo medir a atividade econômica e o nível de riqueza de uma determinada região, durante um período determinado. Portanto o PIBrevela o valor de toda riqueza gerada no país.

Há dois tipos de PIB: o PIB nominal do PIB real. O PIB nominal é calculado levando em conta os preços do ano correntes em o produto foi produzido e comercializado, sendo assim se houver inflação no período, ela será contabilizada no resultado final.

O PIB real refere-se ao valor do PIB calculado a preços constantes, onde é escolhido umano-base onde é feito o cálculo eliminando assim o efeito da inflação.


ÚLTIMO PIB BRASILEIRO: UMA BREVE ANÁLISE DO ULTIMO TRIMESTE

Podemos analisar que a economia brasileira reduziu 0,6% no segundo trimestre deste ano, na comparação com os meses anteriores, segundo dados divulgados pelo IBGE e divulgado pelas mídias.

Segundo dados divulgados pelo IBGE, havia sido informado em um primeiromomento que a produção de bens e serviços havia expandido 0,2%. Logo em seguida houve uma correção informando que na verdade não houve expansão e sim uma queda de 0,2%.

Esse quadro chama-se recessão técnica e já foi visto anteriormente no Brasil durante a crise econômica mundial no último trimestre de 2008 e primeiro de 2009.


RECESSÃO NO PIB BRASILEIRO

Após 2 trimestres seguidos com oPIB negativo o Brasil entrou em recessão técnica. Isso significa que o país produziu menos riquezas no período, em comparação com anteriores.

Deve-se ficar alerta a esse sinal pois as quedas do PIB são indicativos que há algo errado mas ainda sem muitos reflexos diretos na economia do país. Na recessão técnica há possibilidade de recuperação em curto prazo.

Já a recessão de fato, que não é onosso caso, é quando a economia do país está em deterioração. Nesse estágio observamos a alta taxa de desemprego e consequentemente alto índice de falência, o que gera impacto também na produção e no consumo.

De acordo com a Folha de São Paulo em agosto de 2014, após a divulgação do PIB, o ministro Guido Mantega disse que não se deve falar em recessão: "Não dá pra dizer [que o país está emrecessão]. Não há parâmetros universalmente aceitos para definir o que é uma recessão. O segundo trimestre foi influenciado pelo primeiro e se houver uma revisão, você deixa de ter dois trimestres negativos. Não se deve falar em recessão no Brasil, pois, para mim, recessão é quando se tem uma parada prolongada, de vários meses. Aqui estamos falando de um, no máximo dois [trimestres]. E recessão équando se tem desemprego. O emprego continua crescendo e a massa salarial também. Não dá para dizer que a economia está parada. O mercado consumidor não está encolhendo."


PIB BRASILEIRO: DESEMPENHO DO ÚLTIMO TRIMESTRE E PESPECTIVAS

De acordo com pesquisas feitas pelo IBGE com diversos economistas, o motivo para o PIB ter um crescimento tão baixo, beirando o zero, é vários fatores. De acordocom o ministro da Fazenda, Guido Mantega, A desaceleração da economia internacional, segundo cálculos do Ministério da Fazenda, teve um impacto de 0,6 a 0,7% no PIB, considerando o número anualizado, e reduziu nossa capacidade de exportar. De acordo com o ministro, o fraco crescimento no mercado externo e a crise econômica, fizeram com que países antes importavam produtos nossos em grandesescalas, passassem a importar menos. Outro fator para o ministro, foi a baixa exportação de carros para Argentina.

Economistas apontam que, o consumo das famílias, item de maior peso na composição do PIB, cresceu apenas 0,3%. Já os investimentos em máquinas para a produção, transporte, agropecuária, energia, entre outros, e em construção civil tiveram queda de 5,3%. Esse componente é tido como dos...
tracking img