Physis e nomos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (599 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Analise de Physis e Monos

As questões ética, política, familiar e religiosa estão interligadas nessa peça. Enterrar Polinices é, para Antígona, cumprir o rito, honrar os deuses e osseus familiares mortos, o que, a seus olhos, jamais implicaria em dano à cidade. Por sua vez, Creonte parece cheio de razões, de início: Polinices é o traidor da polis, Etéocles, odefensor. Seu dever como chefe supremo de Tebas é honrar um e desonrar o outro. Essa situação constrangedora vai revelar-se um grande problema para Creonte, e mostrar o quanto sua condutaera alimentada pelo ódio e pela impiedade. O crime de Antígone foi obedecer à lei divina ou lei Natural Mas ao cumprir a "lei natural", desobedeceu à norma legal instituída peloshomens, Direito imposto pelo governante. Antígona se defende falando a Creonte que ele esta indo contra a vontade dos Deuses Ela acredita que as leis divinas estão acima das leis humanasCreonte acredita firmemente que certa e a lei dos Homens positiva Nomos para ele o ato de justiça consiste na aplicação da regra ao caso concreto.

Physis: É a lei natural segue oscostumes tradicionais familiares e da comunidade ela utiliza a natureza humana ela é uma moral que vem do convivo vem com o tempo vem com a religião e suas noções de moral básica honrar pai emãe fazer o bem essas normas são atribuídas a Natureza ou a divindade, Deus.

Nomos: É a lei Positiva uma lei imposta estabelecida pela autoridade para que a sociedade viva em bemcomum não existe qualquer valor transcendental à lei positiva e fundada nos princípios da lei natural, mas é a lei positiva que implanta os meios necessários para a realização de umaordem de justiça.
Elas se fundem para que se saiba se o comportamento Humano é ou não criminoso bom ou mal certo ou errado dessa forma ela usa razão para distinguir as ações do homem....
tracking img