Pgrs

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1567 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
PGRSS

PLANO DE GERENCIAMENTO DE RESIDUOS DE SERVIÇOS DE SAÚDE








Brasquímica Produtos Químicos Ltda
Rua São Caetano, 95 – São Francisco
brasquimica1@uol.com.br
Belo Horizonte – MG – CEP: 31255-056
Tel (31) 3441-1575 telefax: (31) 3492-6768
CNPJ: 06.133.273/0001-90
Inscrição Estadual: 062.279595-0080









1. INFORMAÇÕES GERAIS SOBRE O ESTABELECIMENTOPRESTADOR DE SERVIÇOS A SAÚDE:

1.1 Identificação do empreendimento
Razão Social : Brasquímica Produtos Químicos Ltda
Nome fantasia: Brasquímica Produtos Químicos Ltda
CNPJ: 06.133.273/0001-90


1.2 Localização
Endereço: Rua São Caetano, 95 – Bairro São Francisco
Belo Horizonte – MG - CEP 31255-056
Telefone: (31) 3441-1575


1.3 Características
Área: 360m2
Fundação: 12 de fevereiro de2004
Atividade: Fabricação de produtos saneantes domissanitários
Horário de Funcionamento: 08:00 às l8:00 de segunda a sexta feira


Empregados: 07 (sete)


1.4 Responsável Pelo Empreendimento:
Nome: Beatriz da Silva Drumond
Endereço: Rua José Alexandre Ferreira, 220 – Bairro Paquetá
Belo Horizonte – MG - CEP: 31330-636
Telefone: (31) 3476-7838


1.5 Responsável Projeto
Nome:Roberto Ferreira da Costa
Endereço: Rua Mércia Wanderley Lara, 57 – Mantiqueira – Belo Horizonte - MG - CEP: 31655-280 - Tel.: 9839-9310






2.0 – ELEMENTOS DO PLANO DE GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS DE SERVIÇOS DE SAÚDE

O PGRSS adota as instruções do Manual de Gerenciamento de Resíduos de Serviços de Saúde, de autoria da Comissão Permanente de Apoio ao Gerenciamento de Resíduos de Serviçosde Saúde – COPAGRESS e contempla:
a) a fase infra-estabelecimento de saúde, abordando os aspectos de geração, classificação, segregação, minimização, tratamento prévio, acondicionamento,armazenamento intermediário,coleta e transporte internos e armazenamento final de resíduos de serviços de saúde: à Secretaria Municipal de Saúde, através da Vigilância Sanitária, a fiscalização, aorientação e o licenciamento do gerenciamento do PGRSS.


b) a fase extra-estabelecimento de saúde, compreendendo os aspectos de coleta e transporte externos, transbordo, tratamento e disposição final dos resíduos de serviços de saúde: à Secretária Municipal de Meio Ambiente compete licenciar o PGRSS e fiscalizar de forma integrada com Superintendência de Limpeza Urbana.

c)Aspectos de recursos humanos.

1- Aspectos de Geração e classificação:

a) Adota-se a classificação dos resíduos sólidos gerados de acordo com as disposições da Resolução-RDC/ANVISA Nº 306/2004, que estabelece os grupos de resíduos:

Grupo A: resíduos infectantes ou biológicos que apresentam risco potencial à saúde pública e ao meio ambiente devido à presença de agentes biológicos,incluindo-se os materiais perfuro cortantes:

-Material perfuro cortante (A4): agulhas,seringas e ampolas.
-Resíduos de assistência ao paciente (A6): algodão

Grupo B: resíduos químicos que apresentam risco potencial à saúde pública e ao meio ambiente devido às suas características químicas:

-Resíduo e produto fabricado acabado vencidos, interditados ou nãoutilizados.Embalagens de matérias primas utilizadas na fabricação dos produtos, tais como sacos plásticos, bombonas, baldes, etc.

Grupo C: resíduos radioativos que apresentam risco potencial à saúde

Grupo D: resíduos comuns: papéis, etc.


b) Locais de geração de resíduos por Grupo:

Grupo A: não são gerados

Grupo B: gerados no setor de manipulação e fabricação de produtos,almoxarifado, prateleiras e armários.

Grupo C: não são gerados no estabelecimento

Grupo D: gerados no setor embalagem, rotulagem, cozinha, escritório e banheiro

c) Quantificação dos resíduos sólidos em kg/mês por grupo:

Grupo A: nenhum – pois não são gerados

Grupo B: de 15 a 40 kg/mês

Grupo C: nenhum – pois não são gerados

Grupo D: 01 kg/dia

2- Segregação de resíduos:...
tracking img