Pesquisa

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 20 (4985 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
MATERIAL DIDÁTICO E PRÁTICA DOCENTE Rosilene Batista de Oliveira Fiscarelli1 Resumo O presente trabalho objetiva discutir o discurso docente acerca dos materiais didáticos, a partir da análise das práticas discursivas construídas pelos professores em torno desses objetos no ensino, apoiando-se nos estudos foucaultianos sobre discurso e construção de conhecimento. Os dados analisados durante apesquisa foram coletados a partir de entrevistas com professores da rede pública de ensino paulista. Os resultados das análises realizadas conduzem-nos a pensar um pouco mais sobre esses materiais no cotidiano escolar; na maneira como os professores concebem esses materiais e apropriam-se deles em sua prática docente; nas implicações que surgem ao introduzir-se materiais no ensino e nas maneiras epossibilidades de preparar os professores para essas implicações. Ao compreendermos os materiais didáticos no processo de desenvolvimento profissional do professor, abrimos possibilidades de superação de obstáculos que venham inibir o espaço de experimentação e o crescimento profissional a partir da utilização desses materiais em sala de aula. Introdução O presente trabalho tem como objetivodiscutir os saberes dos professores sobre a utilização de materiais no ensino, a partir da análise discursiva desses enunciadores. Considerando que esses saberes originam-se não somente de saberes instituídos (CARBONNEAU, M; HÉTU, J.,2001), mas principalmente daqueles provenientes da experiência cotidiana em sala de aula, acreditamos que a análise desses discursos possa contribuir para compreendermos asrelações estabelecidas entre prática docente e material didático, auxiliando-nos no direcionamento e formulação de propostas de formação docente que venham de encontro ao desenvolvimento da profissionalização quanto a utilização de materiais didáticos. Optamos por utilizar durante a pesquisa o termo material didático, por este parecer ser o mais usado no dia-a-dia da escola, sugerindo também umaabordagem ampla de utilização de vários tipos de objetos. Entende-se aqui por material didático todo ou qualquer material que o professor possa utilizar em sala de aula; desde os mais simples como o giz, a lousa, o livro didático, os textos impressos, até os materiais mais sofisticados e modernos. Fazer uso de um material em sala de aula, de forma a tornar o processo de ensino aprendizagem maisconcreto, menos verbalístico, mais eficaz e eficiente, é uma preocupação que tem acompanhado a educação brasileira ao longo de sua história. Historicamente, o uso de materiais diversificados nas salas de aula, alicerçado por um discurso de reforma educacional, passou a ser sinônimo de renovação pedagógica, progresso e mudança, criando uma expectativa quanto à prática docente, já que os professoresganharam o papel de efetivadores da utilização desses materiais, de maneira a conseguir bons resultados na aprendizagem de seus alunos. Ao considerarmos importante os saberes dos professores sobre os materiais didáticos, abrimos mais um espaço para vermos estes profissionais como sujeitos de sua prática, e portanto capazes de refletir e colaborar com a construção dos saberes que rodeiam a utilizaçãodos materiais didáticos na sala de aula. Desta forma, é importante repensarmos que tanto a formação inicial dos professores quanto as atividades de formação continuada, devem considerar não somente o ideário pedagógico existentes sobre esta utilização dos materiais didáticos como também os saberes e experiências vividos por esses profissionais, na escola .
UNESP – Faculdade de Ciências e Letrasde Araraquara- Programa de Pós-Graduação em Educação Escolar. fiscare@yahoo.com.br
1

1

Um discurso construído O termo discurso, aqui utilizado, parte de uma conceituação apoiada nas idéias de Michel Foucault sobre análise discursiva. O discurso, a partir deste referencial teórico, ultrapassa a mera utilização de letras, palavras e frases que expressam “algo” na linguagem humana. Não...
tracking img