Pesquisa na engenharia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1381 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Bases da sociedade moderna
Após o nascimento da ciência moderna e do aparecimento daquilo que convencionou chamar de tecnologia - o que aconteceu mais ou menos a partir do século 17 -, a civilização humana não foi mais a mesma. Nem a engenharia. A aplicação da ciência nas ações técnicas por certo foi responsável pela grande evolução dos meios de transporte e comunicação, dos equipamentoscirúrgicos e de lazer, dos processos de fabricação, dos utensílios domésticos.
O grau de dependência que a sociedade moderna tem dos resultados da ciência e da tecnologia é tal que não podemos mais conceber a sua existência sem estes dois empreendimentos humanos. Praticamente tudo o que se faz hoje tem relação direta ou indireta com elas. Escovar os dentes, assistir à televisão, surfar, ler umarevista, escutar música ou realizar uma experiência de laboratório seriam, sem as contribuições da ciência e da Tecnologia, tarefas impossíveis ou pelo menos bem mais dificultosas. Mesmo assim, poucos compreendem o que elas são ou o que representam. De fato, compreender as suas bases, a sua amplidão e os seus efeitos não é tarefa fácil, pois não temos o costume de encará-las como parte da nossacultura. E também porque a ciência em si e os produtos tecnológicos são mesmo mais complexos do que os acontecimentos e explicações do dia-a-dia. E como se fosse urna forma diferente de ver as coisas. Às vezes são até contrárias ao senso comum, necessitando análises mais rigorosas e mais elaboradas para fazerem sentido. Isso tudo gera dúvidas. E quando diante de dúvidas, é fácilfantasiarmos um pouco em relação ao que cada uma delas representa. Além do mais, há a concorrência da pseudociência, da má ciência e das nossas crenças mais arraigadas em nossa forma de pensar. Esses modos alternativos de enxergar o mundo, por serem baseados em crenças e dogmas não racionalmente comprováveis, e por estarem calcados em experiências do cotidiano e em nossas esperanças do dia-a-dia, costumamtomar o lugar das ciências racionais com alguma facilidade. Essas incertezas costumam, muitas vezes, nos induzir a pensar que compete ao engenheiro apenas o trabalho com a tecnologia - que seria a ação empírica, concreta -, ficando este profissional à margem dos problemas que dizem respeito ao desenvolvimento científico. Mas o engenheiro não trabalha apenas com a ação prática, construindo econsertando artefatos concretos. Ao contrário, ele está apto a desenvolver suas atividades com o auxílio tanto da tecnologia quanto da ciência. Deveríamos na verdade falar em ciências - no plural, pois elas são muitas -, e é de um conjunto delas que o engenheiro se vale para trabalhar.

A Pesquisa Tecnológica

É o processo através do qual as pessoas adquirem um novo conhecimento sobre simesmas ou sobre o mundo em que vivem, com a finalidade de:

* Responder a um questionamento;
* Resolver um problema;
* Satisfazer uma sociedade;

Podemos dividir a pesquisa em duas grandes categorias: a básica e a aplicada. A pesquisa básica é aquela que visa a essencialmente descrever as leis da natureza, compreender o seu funcionamento e criar mecanismos teóricos que nospossibilitem interações racionais com ela.
Finalidades:

* Entender os fenômenos naturais;
* Não é reservada;
* Objetiva divulgação do conhecimento;
* Produz artigos científicos;

O papel da pesquisa aplicada seria, em especial, criar aplicações práticas para as leis fundamentais.
Finalidades:

* Objetiva aplicação do conhecimento básico;
* Pode ou não ser reservada;* Pode resultar em patentes;

Métodos de pesquisa
Há a necessidade, da adoção de- um método, isto é, de um conjunto ordenado de procedimentos que conduza os trabalhos de forma sistemática e criteriosa. O método é a lógica geral da investigação, é a estratégia de ação - como agir, pensar, fazer. Como tal, para cada pesquisa deve ser - ou pode ser - identificado um método apropriado....
tracking img