Perspetivas enfermagem

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1097 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
INSTITUTO POLITÉCNICO DE SANTARÉM
ESCOLA SUPERIOR DE SAÚDE DE SANTARÉM
23º Curso de Enfermagem
Unidade Curricular Perspetivas de Enfermagem II
Cuidar… A primeira arte da vida
Desde o momento do nosso nascimento, até que falecemos, primeiro somos cuidados, e vamos durante o crescimento e maturação, aprendendo a cuidar.
Foi-me um pouco difícil decidir que frase escolher, pois na minhaperspetiva todas se complementam, pelo que me é difícil separa-las.
Principalmente vou falar do ato de cuidar em si e o que é cuidar na perspetiva de enfermagem, pelo que me vou basear, sobretudo, em dois dos livros de Walter Hesbeen, sendo eles, “Cuidar no Hospital – enquadrar os cuidados de enfermagem numa perspetiva de cuidar” e “Qualidade em Enfermagem – Pensamento e ação na perspetiva do cuidar”, efazendo uma breve referência ao Código Deontológico dos Enfermeiros e como não poderia deixar de ser, referenciar os cuidadores formais e informais como principais prestadores da arte do cuidar.
Mas como comecei a falar no inicio deste trabalho, desde o nosso nascimento que a arte do cuidar está implícito na nossa vida, pois a nossa mãe que nunca tinha tido qualquer formação, começou por cuidar denós nas mais pequenas coisas, fosse na alimentação, na higiene, na mobilizar-se… tudo isto tendo vista cuidar de nós, o que vamos assimilando e tendo como carinho e amor, uma parte principal desse cuidar. Fazendo conforme vamos crescendo, também nós cuidadores. Seguindo mais tarde, alguns de nós a formação e profissão na área da saúde, e como nos diz Hesbeen, “A nível profissional aqueles queescolheram uma profissão na área da saúde não podem de imediato ser classificados como prestadores de cuidados. A própria natureza desta atividade, não permite que esse estatuto seja adquirido automaticamente através de uma qualificação ou de uma função, sejam elas quais forem. Ser prestador de cuidados exige, fundamentalmente, um espírito profunda e genuinamente humano, manifestado pela preocupaçãocom o respeito pelo outro, e pelas ações pensadas e criadas por uma determinada pessoa ou grupo.”
Se formos pesquisar ao dicionário português o significado da palavra cuidar, teremos, ter cuidado, tratar de, assistir: cuidar das crianças. Cogitar, imaginar, pensar, meditar: cuidar casos graves. Julgar, supor: cuida ser uma pessoa importante. Temos como exemplo a citação de Millôr Fernandes“Família é uma pequena sociedade composta por um homem que não ganha o suficiente, de uma mulher que não cuida da casa como devia cuidar e de alguns filhos que estão cada vez mais impossíveis.” Reforçando a ideia que falei anteriormente. Se formos pesquisar a palavra enfermagem no dicionário, teremos, arte ou ciência de cuidar e tratar dos doentes, promovendo ou prevenindo a saúde. Citando a mãe daenfermagem, Florence Ninghtingale, enfermagem é “…cuidar a pessoa no seu todo e não apenas na doença” ainda Hennezel diz-nos também que “Cuidar é hoje e continuará a ser, o fulcro da prática de Enfermagem, e por mais sofisticado que o desenvolvimento tecnológico venha a ser, a interação pessoal será sem dúvida fundamental para a recuperação e manutenção da saúde e maximizar o bem-estar dos indivíduos,famílias e comunidades….”. Todos os profissionais de saúde podem estar a prestar cuidados sem cuidar da pessoa, limitando-se muitas vezes a atos dirigidas ao corpo da pessoa, corpo objeto, mas não verdadeiramente à pessoa, o corpo sujeito. Hesbeen diz-nos que “A organização mais comum dos serviços de cuidados mostra até que ponto as tarefas a efetuar, os atos a realizar, tomaram um lugar fulcral,diria mesmo que preponderante, que pontuam aquilo que se deve designar por «ritual quotidiano». O cuidado, no singular, permite recordar que se trata – ou deveria tratar-se – de uma obra de criação sempre única que diz respeito a uma pessoa na singularidade da sua situação de vida. É por isso que a prática do cuidar é uma arte e não uma ciência.”
No código deontológico dos enfermeiros, que...
tracking img