Perspectivas sociológicas de peter berger - capítulo 1

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (319 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de abril de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Peter Berger é bastante enfático sobre a distorção da imagem, e da auto-imagem, dos sociólogos no primeiro capítulo de seu livro “Perspectivas Sociológicas, uma visão humanista”. Muitas pessoas seempenham no estudo da Sociologia porque gostam de lidar com gente e acham que estudando esta ciência vão encontrar espaço para se realizar pessoalmente e expressar seus valores.
O campo de estudo daSociologia não necessariamente é empenhado em resolver os problemas das pessoas, mas sim visa estudá-los e entendê-los, de forma isenta e afastada de envolvimento. Berger cita Max Weber que coloca issomuito bem em sua obra quando classifica a Sociologia como “isenta de valores”.
Augusto Comte, filósofo francês do início do século XVII que batizou a Sociologia com este nome, tinha largasesperanças que ela viesse a substituir – de forma secularizada - a Teologia, senhora das ciências até então. Na atualidade, esta esperança dissolveu-se e a Sociologia, apesar de sua importância, não ganhou odestaque tão esperado.
A imagem do sociólogo é muitas vezes confundida com um tomador de estatísticas da sociedade e de seus comportamentos, tentando definir tendências de grupos de maneira maisformal e evitando o empirismo para parecer mais profissionalmente produtivo.
Na realidade o sociólogo é muito mais do que isso: é um estudioso que procura descobrir as implicações dos acontecimentosempregando para isso rigorosos meios científicos. Descobrindo estas implicações busca então obter uma visão mais ampla dos valores das instituições e da sociedade.
Em paralelo com isso tudo, o sociólogoinveste muito tempo, estudo e esforço com o objetivo de construir e testar uma metodologia que possa estender suas descobertas a outros campos da sociedade.

Um sociólogo, no exercício de suafunção, mostra os fatos como eles são e não como ele ou as pessoas interessadas em sua investigação gostariam que fossem. Ele diz o que tem que ser dito, não o que as pessoas querem ouvir, mesmo que isso...
tracking img