Perspectivas de uso dos marcadores

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 17 (4034 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
ISSN 0103-9865
Agosto, 2006

1 03

Perspectivas de uso dos marcadores
moleculares na bovinocultura de corte

ISSN 0103-9865
Agosto, 2006
Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária
Centro de Pesquisa Agroflorestal de Rondônia
Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento

Documentos 103

Perspectivas de uso dos
marcadores moleculares na
bovinocultura de corte

AnaKarina Dias Salman

Porto Velho, RO
2006

Exemplares desta publicação podem ser adquiridos na:
Embrapa Rondônia
BR 364 km 5,5, Caixa Postal 406, CEP 78900-970, Porto Velho, RO
Telefones: (69) 3901-2510, 3225-9387, Fax: (69) 3222-0409
www.cpafro.embrapa.br
Comitê de Publicações
Presidente: Flávio de França Souza
Secretária: Marly de Souza Medeiros
Membros:
Abadio Hermes Vieira
AndréRostand Ramalho
Luciana Gatto Brito
Michelliny de Matos Bentes Gama
Vânia Beatriz Vasconcelos de Oliveira

Normalização: Tânia Maria Chaves Campêlo
Editoração eletrônica: Marly de Souza Medeiros
Revisão gramatical: Wilma Inês de França Araújo
1ª edição
1ª impressão: 2006, tiragem: 100 exemplares

Todos os direitos reservados.
A reprodução não autorizada desta publicação, no todo ou emparte, constitui violação dos direitos
autorais (Lei nº 9.610).

CIP-Brasil. Catalogação-na-publicação.
Embrapa Rondônia
Salman, Ana Karina Dias.
Perspectivas de uso dos marcadores moleculares na bovinocultura
de corte / por Ana Karina Dias Salman. Porto Velho: Embrapa
Rondônia, 2006.
18 p. – (Documentos / Embrapa Rondônia. ISSN 0103-9865 ;
103).
1. Bovino de corte. 2. Marcador molecular.3. Recurso genético
animal. I. Embrapa Rondônia. II. Título. III. Série.
CDD 636.0821
 Embrapa - 2006

Autores

Ana Karina Dias Salman
Zootecnista, D.Sc., Embrapa Rondônia, Caixa Postal 406, CEP
78900-970, Porto Velho, RO.
E-mail: aksalman@cpafro.embrapa.br.

SumárioIntrodução............................................................................................................ 7
O que são marcadores moleculares? ................................................................. 8
E como esses marcadores podem ser detectados? ......................................... 8
Qual a importância desses marcadores na bovinocultura de corte? ............ 13
Quais as perspectivas em relação ao uso dos marcadores moleculares
no melhoramento de bovinos de corte?.......................................................... 16
Referências bibliográficas ................................................................................. 16

Perspectivas de uso dos marcadores
moleculares na bovinocultura de corte
Ana Karina Dias Salman

Introdução
Apesar de terem sido encontrados mais de 20 focos de febre aftosa no Estado do Mato
Grosso do Sul, em outubro de 2005,que acarretou no embargo total ou parcial da carne
brasileira em 49 países, em janeiro de 2006 o volume das exportações brasileiras de carne
bovina in natura foi 20% superior ao registrado em janeiro de 2004. Isso mostra que o Brasil
conquistou uma posição de destaque no comércio mundial de carne bovina. Esse sucesso só
foi possível de ser atingido graças aos inúmeros estudos desenvolvidos porpesquisadores em
universidades e institutos de pesquisa com o apoio das associações de criadores visando
aprimorar técnicas de manejo, sanidade, alimentação e melhoramento genético.
Muitas metas foram alcançadas desde que as pesquisas clássicas de genética quantitativa se
iniciaram na década de setenta, visando aprimorar características quantitativas e qualitativas
de interesse econômico.Apesar de todo o aspecto positivo, a pecuária nacional ainda está em
busca de melhores índices em termos de produtividade e precocidade do rebanho. Enquanto
nos Estados Unidos e na Europa o gado de corte está pronto para o abate com menos de dois
anos de idade, no Brasil a média ainda é de 3,5 anos para que os animais atinjam o peso vivo
ideal para abate, entre 240 kg e 330 kg. Isto porque...
tracking img