Perfil longitudinal de uma rodovia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1207 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE NILTON LINS

Engenharia Civil

Manaus – AM
Outubro 2012

Aluno: Jocivaldo Passos

Perfil Longitudinal de uma Rodovia

Trabalho apresentando à disciplina Estradas - I, como requisito para obtenção de nota parcial para o semestre 2012/2.

Manaus– AM
Outubro 2012

Introdução

Um projeto de engenharia é a disposição quantitativa e qualitativa dos atributos técnicos,econômicos e financeiros de um empreendimento, com base em dados, elementos, informações, estudos, especificações, normas, desenhos, cálculos e disposições especiais.
No que diz respeito especificamente a projetos de estradas, existe uma série de estudos e projetos específicos, que devem ser efetuadas.
Assim, o projeto geométrico de uma rodovia, é o estudo dos elementos de planta, perfillongitudinal e seção transversal de uma via, fundamentado na mecânica e em experiências realizadas, objetivando fornecer aos veículos condições de operações compatíveis no que se refere à segurança, conforto e economia.
Na qual nesse trabalho falarei sobre o perfil longitudinal; pois sendo ele um projeto importante para implantação de uma rodovia.

Desenvolvimento

O projeto de uma estrada emperfil é constituído de greides retos, concordados dois a dois por curvas verticais. Os greides retos são definidos pela sua declividade, que é a tangente do ângulo que fazem com a horizontal. Na prática, a declividade é expressa em porcentagem. Nos greides ascendentes, os valores das rampas (i) são considerados positivos e nos greides descendentes, negativos, conforme indicado na figura abaixo. Parafazer esta convenção é necessário dar um sentido ao perfil, que é geralmente o mesmo do estaqueamento.

À interseção dos greides retos dá-se a denominação de PIV (ponto de interseção vertical). Os pontos de tangência são denominados de PCV (ponto de curvatura vertical) e PTV (ponto de tangência vertical), por analogia com a curva circular do projeto em planta. O perfil da futura estrada deve serescolhido de tal forma que permita aos veículos que percorrerem a estrada uma razoável uniformidade de operação.
A escolha do perfil ideal está intimamente ligada ao custo da estrada, especialmente ao custo da terraplenagem. Condições geológicas e geotécnicas das áreas atravessadas pela estrada terão grande influência na escolha do perfil, pois, tanto na execução dos cortes como dos aterros,condições desfavoráveis do solo natural podem exigir a execução de serviços especiais de alto custo, como escavações em rocha, obras especiais de drenagem, estabilização de taludes e outros. Os elementos altimétricos de um projeto rodoviário são representados e estudados no perfil Longitudinal da rodovia, que é a representação do projeto em perfil, constituída por uma série de alinhamentos retos,coordenados por curvas, denominadas de curvas de concordância vertical. A representação é feita segundo um plano vertical, relacionando as cotas do eixo projetado, com uma distância convencional de 20 em 20 metros, as estacas, conforme ilustrado na figura a seguir:

Os elementos em vermelho correspondem ao traçado da rodovia, na projeção vertical. A linha em verde corresponde ao perfil do terrenonatural.
Estaqueamento pode ser entendido como a marcação topográfica, executada ao longo do da estrada, que objetiva a correlação dos dados dos projetos com a localização em campo.
Estacas é a distância horizontal de 20 metros, ao longo do eixo da rodovia, que é o intervalo entre duas estacas topográficas designadas por números inteiros.
Os valores do greide são dados por inclinação de rampa,em porcentagem (%).
Assim, muitas vezes a diminuição da altura de um corte ou de um aterro pode reduzir sensivelmente o custo de um determinado trecho de estrada. Nem sempre essas reduções são possíveis, devido às características técnicas mínimas exigidas, à existência de pontos obrigados como...
tracking img