Pensamento sistemico

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 14 (3277 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
CONCEITOS
1.   Parada cardiorrespiratória (PCR): interrupção súbita e brusca da circulação sistêmica e da respiração.
2.   Morte biológica irreversível: deterioração irreversível dos órgãos e sistemas, que se segue à PCR, quando não são instituídas as manobras de circulação e oxigenação.
3.   Morte encefálica: necrose do tronco e do córtex cerebral pela falta de oxigenação por mais de 5minutos.
 
A morte súbita é uma das principais causas de morte nos países desenvolvidos. A maior parte das paradas cardiorrespiratórias se deve a um problema cardíaco, com amplo destaque para as síndromes coronarianas agudas.
O ritmo de parada cardíaca mais comum no momento do colapso cardiocirculatório é a fibrilação ventricular (FV) ou taquicardia ventricular (TV) sem pulso.
A taxa de sobrevidados pacientes continua baixa, apesar dos inúmeros avanços na ressuscitação cardiopulmonar (RCP), na desfibrilação elétrica e demais dispositivos auxiliares no atendimento à parada cardiorrespiratória (PCR).
 
DIAGNÓSTICO E PROCEDIMENTOS INICIAIS
A constatação imediata da PCR, assim como o reconhecimento da gravidade da situação, é de fundamental importância, pois permite iniciar prontamente asmanobras de reanimação, antes mesmo da chegada de outras pessoas e de equipamento adequado. Evita-se, dessa forma, uma maior deterioração do sistema nervoso central (SNC) e de outros órgãos nobres.
 
Situações com Maior Risco de Evoluir para uma PCR
•      Cardiopatias (destas, a doença aterosclerótica coronariana é a mais importante);
•      hipertensão arterial;
•      diabetes;•      antecedentes familiares de morte súbita;
•      anóxia;
•      afogamento;
•      pneumotórax hipertensivo;
•      hemopericárdio;
•      choque;
•      obstrução das vias aéreas;
•      broncoespasmo;
•      reação anafilática.
 
Principais Sinais e Sintomas que Precedem uma PCR
•      Dor torácica;
•      sudorese;
•      palpitações;
•      tontura;
•      escurecimento visual;
•      perdade consciência;
•      sinais de baixo débito.
 
Sinais Clínicos de uma PCR
•      Inconsciência;
•      ausência de movimentos respiratórios;
•      ausência de pulsos em grandes artérias (femoral e carótidas) ou ausência de sinais de circulação.
 
Obs.: a cianose, a lividez e a dilatação pupilar (midríase, que ocorre com cerca de 1 minuto pós-PCR) são sinais comumente utilizados nodiagnóstico da PCR. Entretanto, deve-se ter cuidado com pacientes com DPOC (que têm cianose crônica) ou pacientes muito anêmicos (que não ficam cianóticos).
 
Procedimentos Iniciais após o Reconhecimento de uma PCR
•      Determinar inconsciência;
•      solicitar ajuda: desfibrilador, monitor;
•      colocar a vítima em decúbito dorsal horizontal em uma superfície plana e dura;
•      manter acabeça e o tórax no mesmo plano;
•      iniciar suporte básico de vida (ABCD primário – Figura 1).
 
SUPORTE BÁSICO DE VIDA
Consiste em iniciar imediatamente manobras que restituam a oxigenação e a circulação em órgãos nobres (coração e cérebro), seguindo-se uma sequência denominada ABCD primário (Figura 1).
 
Figura 1: ABCD primário.
 

A – Abertura das Vias Aéreas
1.   Alinhamento dacabeça com o tronco.
2.   Extensão da cabeça.
3.   Tração anterior da mandíbula.
 
Na ausência de tônus muscular, a língua e/ou a epiglote poderão obstruir as vias aéreas, comum em pessoas inconscientes (Figura 2).
 
Figura 2: A – Obstrução das vias aéreas superiores pelo relaxamento da musculatura. B – Extensão da cabeça e elevação da mandíbula, permitindo a passagem do ar.

A |

B |
  Deve-se atentar para a presença de corpos estranhos (dentadura, por exemplo), que deverão ser retirados das vias aéreas quando visíveis e se forem de fácil remoção com o dedo.
 
Obs.: nos casos de trauma em que pode haver acometimento da coluna cervical, deve-se ficar atento para não se tracionar o pescoço. Nesse caso, para abrir a via aérea, deve-se apenas elevar a mandíbula...
tracking img