Pensamento Critico e julgamento clinico

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1187 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de novembro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Mini-curso
Sistematização da Assistência de
Enfermagem (SAE): Raciocínio Clínico(*)

Profa. Dra. Vera Lúcia Regina Maria (**)
Enfermeira.Consultora em SAE.
Professora de pós-graduação em
enfermagem.

IV Jornada de Enfermagem em Oncologia Pediátrica do INCA. 11/12 de
novembro de 2009. Rio de Janeiro - RJ.
(*)Palestra: 11/11/2009

(**)Contato: vr.maria@uol.com.br

Mini-cursoSistematização da Assistência de Enfermagem
(SAE):
Raciocínio Clínico


Raciocínio: função inerente à habilidade intelectual (inteligência),
entendimento da complexidade dos fenômenos



Pensamento crítico em enfermagem: componente do raciocínio
- processo intelectual multidimensional (abordagem variada): conjunto
sequencial de atividades mentais deliberadas e organizadas
- análise danatureza e significado das relações entre os fenômenos de
enfermagem
- tomada de decisão: todas etapas do Processo de Enfermagem



Raciocínio clínico em enfermagem: pensamento crítico
- chave para solução de problemas.
- identificação de diagnósticos, intervenções e resultados de enfermagem,
- atenção ao cliente como indivíduo.

Johnson; Webber (2001): Theory and reasoning in nursing. Mini-curso
Sistematização da Assistência de Enfermagem
(SAE):
Raciocínio Clínico
• Processo do raciocínio clínico diagnóstico em
enfermagem: interpretação do comportamento humano (bio,
-

psico, sócio-cultural e espiritual )
interação de processos: interpessoais, técnicos e intelectuais em
situações clínicas

• Julgamento clínico: tomada de decisão, opinião com base em
evidênciasclínicas

Mini-curso
Sistematização da Assistência de Enfermagem
(SAE):
Raciocínio Clínico
Tipos de Processos do Raciocínio Clínico: base, complementares,
facilitadores

Dedutivo: fatos, princípios e leis/teorias
-

geral para o específico
instrumento mais seguro para estudantes e novatos

Indutivo: fatos particulares
- específico para o geral
- identificação de relacionamentos,conceitos, fatos e princípios
- instrumento : enfermeiros experientes

Abdutivo: proposições sem evidências
- experiência, crenças e padrões: suposição, conjectura sem fundamento científico

Mini-curso
Sistematização da Assistência de Enfermagem
(SAE):
Raciocínio Clínico
Interferências na precisão do julgamento clínico :

- o diagnosticador: capacidade interpessoal, técnica e intelectual- a tarefa diagnóstica: complexa e diversificada (interpretação do
comportamento humano bio, psico, sócio, espiritual e cultural
- o contexto: o local, as pessoas (outros profissionais) e disponibilidade de
recursos
- as políticas: procedimentos que guiam os padrões dos cuidados
(documentação dos diagnósticos)

Mini-curso
Sistematização da Assistência de Enfermagem
(SAE):
RaciocínioClínico Diagnóstico
Estratégia de sistematização do raciocínio diagnóstico em
enfermagem: indutivo/ dedutivo
Enfermeiros experientes: avaliam e pensam antes de agir, conhecimento
mais organizado, recorda as informações mais facilmente, sabem quando
podem desviar-se de regras, são mais autoconfiantes, menos ansiosas e
mais focadas.

1- Coleta dados: identificação organizada e sequencial dasinformações
relevantes
- instrumento de coleta de dados abrangente (roteiro de avaliação):
bio,psico,sócio e espiritual
- reconhece dados (órgãos dos sentidos) e inconsistências (contradições)
- tempo para a coleta: estado do cliente, encaminhamentos
d ã di

ó ti

é

t b l

id

Mini-curso
Sistematização da Assistência de Enfermagem
(SAE):
Raciocínio Clínico DiagnósticoEstratégia de sistematização do raciocínio diagnóstico em
enfermagem: indutivo/ dedutivo
2- Identificação das unidades de significado especial: compara dados atuais com
idéias pré estabelecidas (conhecimento armazenado na memória), estágio de
desenvolvimento:
-

normalidades e alterações, adequações e inadequações

3- Análise e agrupamento os dados em focos de atenção de enfermagem: busca...
tracking img