Pedagogia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1284 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Allan Kardec, no item VI da Introdução de O Livro dos Espíritos resume os pontos principais da Doutrina Espírita. Dentre esses pontos (princípios), destacam-se:
1.    A existência de Deus, como criador do Universo.
2.    O mundo espírita habitado pelos Espíritos desencarnados.
3.    A encarnação e reencarnação dos Espíritos na Terra e em outros mundos.
4.    O melhoramento progressivo dosEspíritos, que passam pelos diversos graus da hierarquia espírita até atingirem a perfeição moral.
5.    A relação constante dos Espíritos desencarnados com os homens (Espíritos encarnados).
6.    A existência do perispírito, envoltório semimaterial do Espírito.
7.    Os ensinos morais dos Espíritos Superiores, que podem ser sintetizados, como os do Cristo, na máxima evangélica fazer aos outros os quedesejaríamos que os outros nos fizessem.

SUBSÍDIOS
Allan Kardec, na Introdução de O Livro dos Espíritos, item VI, trata dos pontos principais dos ensinos transmitidos pelos Espíritos Superiores. Ressalta, primeiramente, que (...) os próprios seres que se comunicam se designam a si mesmos pelo nome de espíritos ou gênios, declarando, alguns, pelo menos, terem pertencido a homens queviveram na Terra. Eles compõem o mundo espiritual, como nós constituímos o mundo corporal durante a vida terrena. (1)
Passa, em seguida, a resumir esses pontos principais:
•         Deus é eterno, imutável, imaterial, único, onipotente, soberanamente justo e bom. Criou o Universo, que abrange todos os seres animados e inanimados, materiais e imateriais. Os seres materiais constituem o mundovisível ou corpóreo, e os seres imateriais, o mundo invisível ou espírita, isto é, dos Espíritos.
•         O mundo espírita é o mundo normal, primitivo, eterno, preexistente e sobrevivente a tudo. O mundo corporal é secundário; poderia deixar de existir, ou não ter jamais existido, sem que por isso se alterasse a essência do mundo espírita.
•         Os Espíritos revestem temporariamente um invólucromaterial perecível, cuja destruição pela morte Ihes restitui a liberdade. Entre as diferentes espécies de seres corpóreos, Deus escolheu a espécie humana para a encarnação dos Espíritos (...). (1) A alma é um Espírito encarnado, sendo o corpo apenas o seu envoltório.
•         Há no homem três coisas:
1.     O CORPO ou ser material análogo aos animais e animado pelo mesmo princípio vital.2.    A ALMA ou ser imaterial, Espírito encarnado no corpo.
3.    O LAÇO que prende a alma ao corpo, princípio intermediário entre a matéria e o Espírito. (...) O laço ou perispírito, que prende ao corpo o Espírito, é uma espécie de envoltório semimaterial. A morte é a destruição do invólucro mais grosseiro. O Espírito conserva o segundo, que lhe constitui um corpo etéreo, invisível para nós no estado normal,porém que pode tornar-se acidentalmente visível e mesmo tangível, como sucede no fenômeno das aparições. (2) O Espírito não é, pois, um ser abstrato, indefinido, só possível de conceber-se pelo pensamento. É um ser real, circunscrito, que, em certos casos, se torna apreciável pela vista, pelo ouvido e pelo tato.
•         Os espíritos pertencem a diferentes classes e não são iguais, nem em poder,nem em inteligência, nem em saber, nem em moralidade.
1.     Os da primeira ordem são os Espíritos superiores que se distinguem dos outros pela sua perfeição, seus conhecimentos, sua proximidade de Deus, pela pureza de seus sentimentos e por seu amor do bem: são os anjos ou puros Espíritos.
2.    Os das outras classes se acham cada vez mais distanciados dessa perfeição, mostrando-se os dascategorias inferiores, na sua maioria, eivados(contaminado) das nossas paixões: o ódio, a inveja, o ciúme, o orgulho, etc. (3).
3.    Os Espíritos não ocupam perpetuamente a mesma categoria. Todos se melhoram passando pelos diferentes graus de hierarquia espírita. Esta melhora se efetua por meio da encarnação, que é imposta a uns como expiação, a outros como missão. A vida material é uma prova...
tracking img