Pedagogia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1599 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]


SISTEMA DE ENSINO PRESENCIAL CONECTADO
PEDAGOGIA

MAGDA CRISTINA SEGANTINI ROSA DE OLIVEIRA















REFLEXÃO DA DIFICULDADE EM TRATAR A DIVERSIDADE NO ESPAÇO ESCOLAR

















Teresópolis
2011


MAGDA CRISTINA SEGANTINI ROSA DE OLIVEIRA

















REFLEXÃO DA DIFICULDADE EM TRATAR A DIVERSIDADE NO ESPAÇOESCOLAR








Trabalho apresentado ao Cursode Pedagogia da UNOPAR - Universidade Norte do Paraná, para as disciplinas: Psicologia da Educação II, Comunicação e Linguagem, A ação docente a diversidade humana, O trabalho do pedagogo nos espaços educativos.


Prof(s): Lilian Salete, Daniele Fioravante, Fábio, Vilze VidotteCosta.








Teresópolis

2011





REFLEXÃO DA DIFICULDADE EM TRATAR A DIVERSIDADE NO ESPAÇO ESCOLAR.

INTRODUÇÃO

Ao falar da diversidade temos que saber diferenciar diversidade e desigualdade. Diferença ou diversidade, é uma coisa boa e deve até ser estimulada; já desigualdade é ruim e preconceituosa, pois se perante a biologia o DNA nos faz diferentes uns dos outrosporém todos somos da mesma espécie, ou seja, existe a igualdade biológica entre os seres humanos logo o correto é afirmar que somos da Espécie Humana.
E nós da espécie humana possuímos uma enorme diversidade seja cultural, religiosa, étnica outras.
Há de se considerar que o século XIX foi marcado por um grande fato (nazismo) oriundo de uma ideologia que supostamente acreditava numasuperioridade de raças. Esse evolucionismo social fez com que milhares de pessoas pagassem com a própria vida em genocídios e cenas de tortura sub humanas por conte de uma ausência total de respeito às diferenças sociais, étnicas e outras características da humanidade.
Ao questionar pedagogo, professores e alunos da dificuldade de lidar com a dificuldade no espaço escolar, observei diferentes opiniões queseguem nos relatos no decorrer desse trabalho.









DESENVOLVIMENTO

Ao perguntar ao pedagogo Rodrigo Avelar, (professor regente na Escola Municipal de Serra do Capim em Teresópolis – RJ, graduado em Pedagogia pela Faculdade Cândido Mendes, especialista em Língua Inglesa pelas Faculdades Integradas de Jacarepaguá, um dos autores “Como obter Educação através do Ensino”):
1.Como ele poderia auxiliar o professor diante das dificuldades ligadas a inclusão de alunos que apresentam necessidades diversificadas em sala de aula?
Ele responde que: “Na minha opinião, o pedagogo deve ser um facilitador entre a sala de aula , o educando e a família, pois além de trabalhar junto com o professor formulando estratégias e atividades diversas para serem aplicadas na classe,também deve trabalhar na conscientização do educando e da sua família, transformando a relação em uma parceria,que ao meu ver é benéfica para o educando.”

2. Quando à questão é de que forma a pessoa responsável pelo aluno pode contribuir com a socialização do mesmo no espaço escolar? Ele diz que: “Tendo uma relação de confiança no trabalho, estabelecida pelo pedagogo, o responsável deve sersolícito, acompanhando as eventuais dificuldades que o educando venha a ter na escola e mostrando aos responsáveis pela instiuição, alguns detalhes sobre o estudante, a fim de facilitar sua socialização lembrando que, mesmo com necessidades especiais, cada um tem um modo de agir ou pensar para poder se sentir mais á vontade”.

3. Quanto à organização do trabalho pedagógico escolar ser um facilitadorentre o envolvimento do aluno com as atividades na sala de aula? Por quê? Ele acha que: “Quando o educando consegue ver uma sequência no trabalho, ou seja, um desenvolvimento contínuo conseguindo entender o que está acontecendo e o porquê desse caminho, o estudante se envolva naturalmente com as atividades escolares.


4. Ao ser perguntado quando o aluno sofre preconceito por sua forma de...
tracking img