Pedagogia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2740 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Uma Didática para a Pedagogia Histórico-crítica
O livro Uma didática para a pedagogia histórico-crítica de João Luís Gasparin é uma proposta dialética de trabalho educador/educando que parte da prática, vai à teoria e retorna à prática (método dialético prática-teoria-prática).

A obra é destinada a todos os educadores que realmente desejam oferecer aos educandos uma possibilidade de aprendercriticamente o conhecimento científico.

O autor coloca o professor de forma a não trabalhar pelo aluno, mas sim, com o aluno. O autor Gasparin divide a nova didática em alguns passos, e cada um deles tem como objetivo envolver o educando na aprendizagem significativa dos conteúdos. Dessa forma, os conteúdos e os procedimentos didáticos são estudados na interligação que mantêm com a práticasocial dos alunos.

Procurando entender o conteúdo vamos iniciar com uma pergunta: “Professor, qual a utilidade desse conteúdo? Para que aprendê-lo?” Na verdade nem mesmo os educadores têm uma resposta convincente para tal questionamento e com certeza essas questões revelam que os alunos, não têm clareza e sentido explícitos para a aprendizagem. Por isso, os educandos, freqüentemente, aprendem poucoe mal, uma vez que ninguém aprende por aprender. Na maioria das vezes não há significação no que estão “aprendendo”, não que os conteúdos não sejam importantes, mas acontece que os educadores em sua maioria, não explicitam para seus alunos os objetivos daquilo que passam para os mesmos.

Para aprendizagem ser significativa deve iniciar-se quando os alunos dizem o que sabem sobre o tema da aulae o que gostariam de saber a mais sobre esse conteúdo. Para ser significativa é necessário uma permutação de conhecimento, não apenas um repasse de “cima para baixo”.

Acontecendo a abertura, os alunos passam a questionar o conhecimento que vão aprender, interessam-se por suas múltiplas dimensões, desejam saber o sentido que tal conhecimento tem para sua vida e para a solução dos problemassociais. Passam, então, a apropriar-se dos conteúdos e dos processos pedagógicos que respondem aos desafios presentes e vitais daquele momento. Nesta fase, o professor, na expressão de Vigotsky, trabalhará com os alunos, explicando, comunicando conhecimentos, fazendo perguntas, corrigindo e permitindo-lhes dar sua explicação. É dessa forma que eles se defrontam com o objeto sistematizado doconhecimento.

Os alunos terão, depois, o prazer de mostrar o que de fato aprenderam para sua vida. Integrarão o novo conhecimento com o que já possuíam anteriormente, construindo uma nova totalidade concreta, unindo o cotidiano e o científico, elaborando e expressando a nova síntese a que chegaram.

Podem, então, retornar à prática social com novas propostas de ação a partir do conteúdo aprendido.Todo esse conteúdo é tratado na obra Uma didática para a pedagogia histórico-crítica em três partes: Prática social: nível de desenvolvimento atual do educando; Teoria: zona de desenvolvimento imediato do educando e Prática social: nível de desenvolvimento atual do educando.

Ambas constituem uma seqüência a ser percorrida na instrução. Consistente com essa estrutura, cada parte é composta de trêscomponentes, ou seja, fundamentos teóricos, procedimentos práticos e exemplo. Assim, na primeira parte Gasparin discute a aprendizagem significativa, construto presente em conceitualizações teóricas sobre a aprendizagem; por exemplo, na de Ausubel, na de Vigotski, como na de Freire. No item seguinte Gasparin propõe procedimentos didáticos para se construir a ponte entre o ambiente e contexto doaluno e o saber científico com o qual será confrontado. Conclui com um exemplo, sobre a água e ela voltará a ser usada como exemplo nas outras partes do livro.

Na segunda parte, Problematização, Gasparin lida com dilemas que confrontam o professor que se propõe orientar-se pela pedagogia histórico-crítica; por exemplo, como posicionar-se face ao dilema situação concreta do aluno versus o...
tracking img