Pedagogia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (728 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Módulo Disciplina Professor 1.1 Língua Portuguesa Luís Cláudio Dallier Aula Tema 6 Texto Argumentativo Data da Postagem Data de Entrega 23/07/2012 10/09/2012 Nome do Aluno

ATIVIDADE AVALIATIVA 2Esta atividade deve ser entregue ao tutor até o dia 10 de setembro, em seu polo. Se quiser, pode entregar somente as respostas.

TEXTO 1 A VIOLÊNCIA DAS LEIS Muitas constituições foram criadas – acomeçar pela Inglesa e a Americana, terminando com a Japonesa e a Turca – de modo a fazer com que as pessoas acreditassem que todas as leis estabelecidas atendiam a desejos expressos pelo povo. Mas averdade é que não só nos países autocráticos, como naqueles supostamente mais livres – como a Inglaterra, a América, a França e outros – as leis não foram feitas para atender a vontade da maioria,mas sim a vontade daqueles que detêm o poder. Portanto elas serão sempre, e em toda parte, aquelas que mais vantagens possam trazer à classe dominante e aos poderosos. Em toda a parte e sempre, as leissão impostas utilizando os inúmeros meios capazes de fazer com que algumas pessoas se submetam à vontade de outras, isto é, pancadas, perda da liberdade e assassinato. Não há outro meio. Nem poderiaser de outro modo, já que as leis são uma forma de exigir que determinadas regras sejam cumpridas e de obrigar determinadas pessoas a cumpri-las (ou seja: fazer o que outras pessoas querem que elasfaçam) e isso só pode ser obtido com pancadas, com a perda da liberdade e com a morte. Se as leis existem, é necessário que haja uma força capaz de obrigar as pessoas a respeitá-las. E só há uma forçacapaz de fazer com que alguns seres se submetam à vontade de outros e esta força é a violência. Não a violência simples, que alguns homens usam contra seus semelhantes em momentos de paixão, mas umaviolência organizada, usada por aqueles que têm o poder nas mãos para fazer com que os outros obedeçam à sua vontade. Desse modo, a essência da legislação não está no Sujeito, no Objeto, no Direito, na...
tracking img