Pedagogia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 22 (5491 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
AFETIVIDADE E APRENDIZAGEM: A RELAÇÃO PROFESSOR-ALUNO.
Elvira Cristina Martins Tassoni.
Universidade Estadual de Campinas.
Introdução:
Este texto baseia-se na pesquisa de mestrado realizada pela autora1. A partir
de alguns dos resultados obtidos na referida pesquisa, intenciona-se demonstrar como os
fatores afetivos se apresentam na relação professor-aluno e a sua influência no processo deaprendizagem.
Com uma maior divulgação das idéias de Vygotsky, vem se configurando
uma visão essencialmente social para o processo de aprendizagem. Numa perspectiva
histórico-cultural, o enfoque está nas relações sociais. É através da interação com outros
que a criança incorpora os instrumentos culturais.
Vygotsky (1994), ao destacar a importância das interações sociais, traz a
idéia damediação e da internalização como aspectos fundamentais para a aprendizagem,
defendendo que a construção do conhecimento ocorre a partir de um intenso processo de
interação entre as pessoas. Portanto, é a partir de sua inserção na cultura que a criança,
através da interação social com as pessoas que a rodeiam, vai se desenvolvendo.
Apropriando-se das práticas culturalmente estabelecidas, ela vaievoluindo das formas
elementares de pensamento para formas mais abstratas, que a ajudarão a conhecer e
controlar a realidade. Nesse sentido, Vygotsky destaca a importância do outro não só no
processo de construção do conhecimento, mas também de constituição do próprio sujeito e
de suas formas de agir.
Segundo o autor, o processo de internalização envolve uma série de
transformações quecolocam em relação o social e o individual. Afirma que “todas as
funções no desenvolvimento da criança aparecem duas vezes: primeiro, no nível social, e,
depois no nível individual; primeiro entre pessoas (interpsicológica), e, depois, no interior
da criança (intrapsicológica).” (p. 75).
Partindo desse pressuposto, o papel do outro no processo de aprendizagem
torna-se fundamental.Consequentemente, a mediação e a qualidade das interações sociais
ganham destaque.
1

Pesquisa realizada sob orientação do Prof. Dr. Sérgio Antônio da Silva Leite – Unicamp.

Smolka e Góes (1995), ao se referirem à idéia de mediação, representam-na
como uma relação sujeito-sujeito-objeto. “Isto significa dizer que é através de outros que o
sujeito estabelece relações com objetos de conhecimento, ou seja,que a elaboração
cognitiva se funda na relação com o outro” (p. 9).
Pino (1997), ao discorrer sobre os processos cognitivos, defende que o
conhecer humano é uma atividade que pressupõe uma relação que “envolve três elementos,
não apenas dois: o sujeito que conhece, a coisa a conhecer e o elemento mediador que
torna possível o conhecimento” (p. 6). Afirma que
“embora a atividade de conhecerpressuponha a existência no sujeito de
determinadas propriedades que o habilitam a captar as características dos objetos,
há fortes razões para pensar que o ato de conhecer não é obra exclusiva nem do
sujeito, nem do objeto, nem mesmo da sua interação [direta], mas da ação do
elemento mediador, sem o qual não existe nem sujeito nem objeto de
conhecimento” (idem, p. 2).
De maneira semelhante,Klein (1996) defende que o objeto de conhecimento
não existe fora das relações humanas. “De fato, para chegar ao objeto, é necessário que o
sujeito entre em relação com outros sujeitos que estão, pela função social que lhe
atribuem, constituindo esse objeto enquanto tal” (p. 94). Nesse sentido, são as relações
humanas que formam a essência do objeto de conhecimento, pois este só existe apartir de
seu uso social. Portanto, é a partir de um intenso processo de interação com o meio social,
através da mediação feita pelo outro, que se dá a apropriação dos objetos culturais. É
através dessa mediação que o objeto de conhecimento ganha significado e sentido.
Na verdade, são as experiências vivenciadas com outras pessoas é que irão
marcar e conferir aos objetos um sentido afetivo,...
tracking img