Pedagogia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 62 (15342 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Curso de Livre de Pós‐Graduação – Mestrado 

Disciplina: Pedagogia 

FIC SERVIÇOS EDUCACIONAIS LTDA 

FIC SERVIÇOS EDUCACIONAIS LTDA

CURSO LIVRE DE PÓS-GRADUAÇÃO MESTRADO

DISCIPLINA: PEDAGOGIA
www.fic.vcx.com.br 

Curso de Livre de Pós‐Graduação – Mestrado 

Disciplina: Pedagogia 

FIC SERVIÇOS EDUCACIONAIS LTDA 

OS AGENTES DA EDUCAÇÃO

1.1. Os agentes gerais

Podemconsiderar-se agentes de educação aqueles aos quais, de qualquer modo, compete ministrar, aos seus semelhantes, instrução e educação, embora não seja essa a sua atividade específica.

Estão nesse caso os avós, pais, tios, irmãos mais velhos, chefes, patrões, magistrados, etc.

Evidentemente, os membros da família têm o dever e a obrigação de ministrar, aos membros imaturos da mesma família,as noções

www.fic.vcx.com.br 

Curso de Livre de Pós‐Graduação – Mestrado 

Disciplina: Pedagogia 

FIC SERVIÇOS EDUCACIONAIS LTDA 

fundamentais ao desenvolvimento físico, psíquico, moral e intelectual da criança.

Mas dever e obrigação não constituem capacidade.

Os pais, por exemplo, têm as suas profissões próprias; não podem consagrar toda a sua vida à formação da infância.Além disso, falta-lhes a necessária preparação, e até pode acontecer que lhes faltem disposições naturais e outras qualidades inerentes ao desempenho de tal atividade.

O mesmo pode dizer-se com respeito aos dirigentes, patrões, magistrados, etc. Todos eles – por força da natureza dos próprios cargos - devem educar com palavras, conselhos e admoestações; com exemplos, com atos de justiça, etc.www.fic.vcx.com.br 

Curso de Livre de Pós‐Graduação – Mestrado 

Disciplina: Pedagogia 

FIC SERVIÇOS EDUCACIONAIS LTDA 

Mas embora possa e devam ser educadores no sentido genérico do vocábulo, não são professores.

Só estes é que são os agentes da Educação, porque só estes é que têm por dever e obrigação instruir e educar. É esta as sua profissão e o seu modo de vida.

O médico,o advogado, o engenheiro podem educar pela palavra e pelo exemplo, e devem, certamente, fazê-lo. Os dirigentes podem educar os seus subordinados, não só pelo exemplo, mas mediante uma direção inteligente, justa humana e nobre. Porém, esta ação é sempre insuficiente e precária. Não obedece qualquer espécie de sistematização: é fortuita, ocasional e fragmentária.

www.fic.vcx.com.br  Curso de Livre de Pós‐Graduação – Mestrado 

Disciplina: Pedagogia 

FIC SERVIÇOS EDUCACIONAIS LTDA 

A educação para surtir os desejados efeitos, tem de ser metódica, coordenada, progressiva, contínua e operante.

Esta só pode efetuar os professores, que recebem, para isso, preparação especial e que têm ao seu dispor os necessários meios, para obtenção do referido fim.

No entanto, antes deestudarmos a entidade professor, e antes de esboçarmos o seu profissiograma, devemos fazer referência a um agente geral de educação suigeneris, que entre os restantes merece ser considerado à parte. Esse agente é o Estado.

1.1.1. O Estado educador

www.fic.vcx.com.br 

Curso de Livre de Pós‐Graduação – Mestrado 

Disciplina: Pedagogia 

FIC SERVIÇOS EDUCACIONAIS LTDA 

Masmerecerá, de fato, o Estado a designação de educador?

Vejamos, rapidamente, o problema.

Não resta dúvida que é o Estado quem comanda e dá forma à vida social; é ele quem orienta e molda – de harmonia com os superiores interesses da grei - a estrutura cívica e profissional dos cidadãos. É ele quem lhes define os direitos e quem lhes marca os deveres. É ele que considera a vida social num planosuperior ao plano dos interesses individuais, e determina, dentro desse plano, o que é lícito e o que é ilícito, tomando em linha de conta os princípios religiosos, morais, filosóficos e econômicos que informam e moldam cada época. É o Estado, em suma, que impõe a disciplina, que marca as sanções e concede as recompensas. Todas essas funções são essencialmente educativas.

www.fic.vcx.com.br ...
tracking img