Pedagogia hospitalar

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2741 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Falar hoje de índios no Brasil significa falar de uma diversidade de povos, habitantes originários das terras conhecidas na atualidade como continente americano. São povos que já habitavam há milhares de anos essas terras, muito antes da invasão européia. Segundo uma definição técnica das Nações Unidas, de 1986,as comunidades, os povos e as nações indígenas são aqueles que,contando com uma continuidade histórica das sociedades anteriores à invasão e à colonização que foi desenvolvida em seus territórios, consideram a si mesmos distintos de outros setores da sociedade, e estão decididos a conservar, a desenvolver e a transmitir às gerações futuras seus territórios ancestrais e sua identidade étnica, como base de sua existência continuadacomo povos, em conformidade com seus próprios padrões culturais, as instituições sociais e os sistemas jurídicos.

Entre os povos indígenas existem alguns critérios de auto definição mais aceitos, embora não sejam únicos e nem excludentes:
’ Continuidade histórica com sociedades pré-coloniais.
’ Estreita vinculação com o território.
’ Sistemas sociais, econômicos e políticos bemdefinidos.
’ Língua, cultura e crenças definidas.
’ Identificar-se como diferente da sociedade nacional.
’ Vinculação ou articulação com a rede global dos povos indígenas


Falar, hoje, em povos indígenas no Brasil significa reconhecer, basicamente, seis coisas:
- Nestas terras colonizadas por portugueses, onde viria a se formar um país chamado Brasil já havia populações humanas que ocupavamterritórios específicos;
- Não sabemos exatamente de onde vieram; dizemos que são "originárias" ou "nativas" porque estavam por aqui antes da ocupação européia;
- Certos grupos de pessoas que vivem atualmente no território brasileiro estão historicamente vinculados a esses primeiros povos;
- Os índios que estão hoje no Brasil têm uma longa história, que começou a se diferenciar daquela dacivilização ocidental ainda na chamada "pré-história" (com fluxos migratórios do "Velho Mundo" para a América ocorridos há dezenas de milhares de anos); a história "deles" voltou a se aproximar da "nossa" há cerca de, apenas, 500 anos (com a chegada dos portugueses);



- Como todo grupo humano, os povos indígenas têm culturas que resultam da história de relações que se dão entre os próprioshomens e entre estes e o meio ambiente; uma história que, no seu caso, foi (e continua sendo) drasticamente alterada pela realidade da colonização;
- A divisão territorial em países (Brasil, Venezuela, Bolívia etc.) não coincide, necessariamente, com a ocupação indígena do espaço; em muitos casos, os povos que hoje vivem em uma região de fronteiras internacionais já ocupavam essa área antes da criaçãodas divisões entre os países; é por isso que faz mais sentido dizer povos indígenas no Brasil do que do Brasil.
CINCO IDÉIAS EQUIVOCADAS SOBRE OS ÍNDIOS

Primeiro equívoco: o índio genérico


A primeira idéia que a maioria dos brasileiros tem sobre os índios é a de que eles constituem um bloco único, com a mesma cultura, compartilhando as mesmas crenças, a mesma língua.Ora, essa é uma idéia equivocada, que reduz culturas tão diferenciadas a uma entidade supra-étnica.
Hoje vivem no Brasil mais de 200 etnias, falando 188 línguas diferentes. Cada povo tem sua língua, sua religião, sua arte, sua ciência, sua dinâmica histórica própria, que são diferentes de um povo para outro.


O segundo equívoco: culturas atrasadasA segunda idéia equivocada é considerar as culturas indígenas como atrasadas e primitivas. Os povos indígenas produziram saberes, ciências, arte refinada, literatura, poesia, música, religião. Suas culturas não são atrasadas como durante muito tempo pensaram os colonizadores e como ainda pensa muita gente.

As línguas indígenas, por exemplo,...
tracking img