Pedagogia do primido

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (269 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
RESUMO
Paulo Freire procura deixar claro sua maneira de pensar sobre a prática de
educadores críticos e progressistas, onde acredita que alguns deles, são necessários,pois a
própria prática se torna uma exigência da relação entre teoria e prática, a saber, a práxis. O
educador não pode transformar a experiência educativa em algomecanicista, mas ensinar
dentro da formação moral do educando. Dessa forma, o educador não tem somente o dever
de respeitar, deve aproveitar a experiência dos educandos eassociar ao conteúdo dado,
deve discutir com os educandos a realidade concreta a que se deve associar para um pensar
direcionado. O educador desenvolve o pensar em comunhãocom o educando, tudo
concorrendo para melhorias reais acerca da prática ensino-aprendizagem. Quando há uma
tomada de consciência sobre os fatos que envolvem a práticasendo cada educador um ser
crítico, autônomo de seus próprios atos. Este saberá que ensinar não é transmitir
conhecimentos apenas, tão somente não falar bonito, suaretórica terá sempre um fundo de
verdade, seus alunos poderão ver nele um ponto de apoio. O professor não deve ser apenas
intermediário entre conhecimento e o objeto aserviço, mas sim, transformador, criador de
possibilidades para a sua própria produção e autoconhecimento respeita assim o senso
comum que este aluno possui e fazendo umacontextualização enfatizando o seu dia a dia,
despertar nele com isso a criticidade, a inquietude, estimular a curiosidade. Alunos e
professores devem saber que seu maiortesouro é o dialogo, o professor deve saber que a
prática de ensino é na verdade uma troca de experiências.
Palavra-chave: “Pedagogia, autonomia, educador, Paulo Freire”
tracking img