Pedagogia do oprimido

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1802 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
* Por Fábio Santos de Andrade
* Publicado 8/08/2009
* Resumos e Resenhas , Educação
* Avaliação: Sem nota
ESCOLAS DA ATUALIDADE.
Resenha acerca do tema: Diferentes modelos de escolas na atualidade: Escola da Ponte (Portugal) e Summerhill School (Inglaterra).
FÁBIO SANTOS DE ANDRADE
Julho de 2009
ESCOLA DA PONTE (PORTUGAL)
A escola da Ponte foi criada em 1976, pelo ProfessorJosé Francisco de Almeida Pacheco, esta localizada, na cidade do Porto em Portugal, defende que é indispensável alterar a organização das escolas e questionar as práticas educativas tradicionais. Para ele, é urgente interferir humanamente no íntimo das comunidades humanas, questionar convicções e, fraternalmente, desassossegar os acomodados. Na Escola da Ponte as crianças decidem o que e com quemestudar. Em vez de tempo determinado para cada aula e turmas, há grupos de estudo, independente da idade, o que as une é a vontade de estar juntas e de juntas aprender. Novos grupos surgem a cada projeto ou tema de estudo, sempre formados pelos próprios alunos organizados entre si. E tudo que tem a ver com a escola é decidido pelas crianças nas Assembléias semanais, presididas por uma diretoriaeleita pelas e entre as próprias crianças. Na escola, vive-se a democracia plenamente e aprende-se cidadania.  Além de aprender os conteúdos em seu próprio ritmo, as crianças são livres, têm direitos e deveres, todos decididos e registrados em conjunto. A Escola da Ponte na época era exatamente igual a todas as outras. Entre as mudanças, optou-se por destruir os 'muros pedagógicos' que eram asparedes, turmas e salas de aulas. Construiu-se um espaço aberto onde todos os professores estão disponíveis para todos os alunos, sem paredes a dividir um grupo de estudos do outro.
Pacheco explica que na Escola da Ponte, os alunos aprendem todo o conteúdo curricular ensinado na totalidade das escolas portuguesas. A diferença é que isso é feito respeitando-se o ritmo de aprendizagem de cada aluno. Nãohá turmas, nem aula expositiva do professor, também não há sala de aula e nem paredes para separar um grupo de alunos do outro. Os grupos são formados por afinidades e interesse de aprendizagem pelos próprios alunos. São os alunos que decidem o que e com quem estudar. E os professores estão lá, atentos e disponíveis para todos os alunos. Quando um aluno não consegue respostas para um determinadotrabalho, escreve num papel Preciso de Ajuda e, aguarda até que um professor o procure. Mas antes de dar a resposta, o professor pergunta todos os passos dados até não conseguir as respostas que precisava para alcançar os objetivos do trabalho.
As dúvidas e perguntas sem resposta na pesquisa em fontes diversas e na interação com os colegas, poderão ser desvendadas no encontro do grupo com umprofessor - a chamada "aula direta". Trata-se de um encontro do pequeno grupo com o professor, quando os alunos o solicitam.
Os professores só poderão dar respostas se os alunos lhes dirigirem perguntas. Só participa do encontro quem deseja e externa este desejo.
Pacheco acredita que qualquer escola pode fazer a mesma coisa. Para tanto, basta à equipe optar por alterar, transformar a prática,fundamentando teoricamente estas ações.
"Qualquer escola pode fazer o mesmo, ou até melhor, mas é importante que a equipe queira, porque é um trabalho que precisa ser coletivo, trata-se de construir um projeto de escola e cidade educativa", explica. É, portanto, um trabalho de equipe que faz o professor superar o desgaste e ajuda a ultrapassar os obstáculos.  O simples fato de não estar sozinho numasala, ter uma perspectiva de toda a escola e não só daquele grupo controlado por si, ajuda o professor a não encarar tudo com aquela frieza resultado da solidão vivenciada em sala única.
"Os professores da Escola da Ponte fazem tudo com mais vontade, dão mais de si, pois se sente parte de uma equipe, uma "família". E em família, as pessoas sentem-se amadas e há a inter-ajuda", completa.O projeto...
tracking img