Pedagogia: diálogo e conflito

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 154 (38278 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Pedagogia: Diálogo e conflito

Dados de Catalogação na Publicação (CIP) Internacional (Câmara Brasileira do Livro, SP, Brasil)

G12p

Gadotti, Moacir. Pedagogia: diálogo e conflito / Moacir Gadotti, Paulo Freire e Sérgio Guimarães. 4. ed. – São Paulo: Cortez, 1995. Bibliografia. ISBN 85-249-0155-1 l. Educação 2. Educação – Brasil 3. Pedagogia 4. Pedagogia – Brasil. Política e educação 6.Política e educação – Brasil l. Freire, Paulo, 1921 – II. Guimarães, Sérgio. III. Título.

85-1253

17. 18. CCD - 370 17. 18. CCD - 370.981 17. 17. CCD - 379 17. 18. CCD - 379.201 17. 18. CCD - 379.81

Índices para catálogo sistemático: 1. Brasil: Educação 370.981 (17. e 18.) 2. Brasil: Educação e política 379.81 (17. e 18.) 3. Brasil: Pedagogia 370.981 (17. e 18.) 4. Educação 370 (17. e18.) 5. Educação e política 379 (17.) 379.201 (18.) 6. Pedagogia 370 (17. e 18.)

MOACIR GADOTTI PAULO FREIRE SÉRGIO GUIMARÃES

Pedagogia: diálogo e conflito

4ª Edição

PEDAGOGIA: diálogo e conflito Moacir Gadotti, Paulo Freire e Sérgio Guimarães

Capa: Sobre escultura de Tsekoura Revisão: Suely Bastos

Nenhuma parte desta obra pode ser reproduzida ou duplicada sem autorizaçãoexpressa dos autores e do editor.

Copyright © 1989 by Autores Diretos para esta edição: CORTEZ EDITORA Rua Bartira, 387 – Tel.: (011) 864-0111 Impresso no Brasil – março de 1995

A todos aqueles que perguntaram.

SUMÁRIO Prefácio à 4- edição: Dez anos depois Aos leitores Apresentação – Andanças brasileiras Capítulo I O político-pedagógico Capítulo II Educar: saber, participar e comprometer-seCapítulo III Educar e reinventar o poder Capítulo IV Educação e democracia Capítulo V Educar: ler, escrever e contar + ouvir, falar e gritar... Bibliografia

Prefácio à 4' edição DEZ ANOS DEPOIS Há dez anos estávamos fazendo muitas andanças como educadores-educandos de um país em meio a um processo de conquista de seus direitos políticos, no qual a educação teve um peso particular. Por ondepassávamos ouvíamos perguntas, anúncios, denúncias e éramos chamados a nos posicionar. Recolhemos muitas dessas perguntas e tornamos posição, respondendo-as neste livro ao qual se associou nosso colega e amigo Sérgio Guimarães, que não assina este novo prefácio porque está longe, na República do Haiti, depois de haver passado alguns anos em terras africanas. Sérgio também é um desses andarilhos, comonós, dos mesmos sonhos. Respondemos dialogando a partir da leitura das perguntas que muitos nos faziam. As respostas brotaram do debate, da experiência vivida em sala de aula, do movimento social dos educadores e de numerosas pessoas e organizações que estavam envolvidas na reconstrução do país, lutando por eleições diretas e por uma Constituinte livre e democrática. Esgotado há meses, agora aEditora Cortez nos pede para “rever e atualizar” o livro. E achamos que a melhor forma é conversar novamente com o leitor através de um novo prefácio, dez anos depois, contando um pouco de sua trajetória e da atualidade dos temas tratados. Lançamos o livro na PUC de São Paulo, em 1985, doando os direitos autorais para a reconstrução do TUCA, que havia sido incendiado no ano anterior. O TUCA é um dessessímbolos vivos da resistência à ditadura militar que convém sempre lembrar. Por que “diálogo e conflito”? Demos esse título porque, para além da pseudo-neutralidade da pedagogia tradicional e da astúcia da pedagogia liberal, buscávamos mostrar como o diálogo e o conflito se articulam como estratégia do oprimido. Sustentamos que o diálogo se dá entre iguais e diferentes, nunca entre antagônicos.Entre esses, no máximo pode haver um pacto. Entre esses há é o conflito, de natureza contrária ao conflito existente entre iguais e diferentes. Os desafios educacionais que as perguntas nos revelaram giravam em torno de opções político-pedagógicas contraditórias: assumir a instituição escolar tal como ela se estruturou desde as revoluções burguesas e ensinar a ler, escrever e contar ou assumir a...
tracking img