Pedagogia da autonomia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1488 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Paulo Freire, Pedagogia da Autonomia - Saberes necessários à prática educativa. São Paulo, Brasil: Paz e Terra (Colecção Leitura), 1997. Edição de bolso, 13,5x10 cm., 165 páginas.
Caetano Valadão Serpa, Ph.D. and Maria de Lourdes B. Serpa, Ed D

Presidente Clinton no seu discurso de 1997 ao Congresso dos Estados Unidos focou a Educação como primeira prioridade no seu plano de acção para o seusegundo mandato. A seguir, em A Call to Action For American Education, o Presidente dos Estados Unidos refere-se a várias áreas de acção incluindo a formação de docentes mas esta é feita duma maneira generalizada. No entanto, a formação de professores e professoras adequada as necessidades actuais, é um dos alicerces fundamentais a todo o processo de reforma educativa, dada a mudança demográficanas escolas dos EU. Os educandos actualmente provêem duma sociedade multicultural com uma diversidade de famílias, culturas, raças, línguas e níveis socio-economicos... A todos devemos um sistema educativo eficiente e respeitador, que os prepare eficazmente para as realidades academicas, profissionais e sociais do século XXI. Esta é uma das razões porque achamos o último livro do mui estimadoProfessor Paulo Freire a Pedagogia da Autonomia: Saberes necessários à prática educativa resposta e contribuição essencial para o processo de formação de docentes nos Estados Unidos-- e no mundo - - onde o sistema educativo nem sempre corresponde às necessidades dos alunos e alunas, especialmente, os menos favorecidos, por mais incrível que pareça. Este é um livro extraordinário que deve serconsiderado como texto essencial de leitura e reflexão pelos responsáveis da educação e formação a todos os níveis. A Pedagogia da Autonomia é um livro pequeno em tamanho, mas gigante em esperança e optimismo, que condena as mentalidades fatalistas que se conformam com a ideologia imobilizante de que "a realidade é assim mesmo, que podemos fazer?" Para estes basta o treino técnico indispensável `asobrevivência. Em Paulo Freire, educar é construir, é l bertar o ser humano das cadeias do determinismo neoliberal, i reconhecendo que a História é um tempo de possibilidades. É um "ensinar a pensar certo" como quem "fala com a força do testemunho". É um "ato comunicante, coparticipado", de modo algum produto de uma mente "burocratizada". No entanto, toda a curiosidade de saber exige uma reflexão crítica eprática, de modo que o próprio discurso teórico terá de ser aliado à sua aplicação prática. Ensinar é algo de profundo e dinâmico onde a questão de identidade cultural que atinge a dimensão individual e a classe dos educandos, é essencial à "prática educativa progressista". Portanto, torna- se imprescindível "solidariedade social e política para se evitar um ensino elitista e autoritário como quemtem o exclusivo do "saber articulado". E de novo, Freire salienta, constantemente, que educar não é a mera transferência de conhecimentos, mas sim conscientização e testemunho de vida, senão não terá eficácia. Igualmente, para ele, educar é como viver, exige a consc iência do inacabado porque a "História em que me faço com os outros (...) é um tempo de possibilidades e não de determinismo"(p.58).No entanto, tempo de possibilidades condicionadas pela herança do genético, social, cultural e histórico que faz dos homens e das mulheres seres responsáveis, sobretudo quando "a decência pode ser negada e a liberdade ofendida e recusada"(p.62). Segundo Freire, "o educador que 'castra' a curiosidade do educando

em nome da eficácia da memorização mecânica do ensino dos conteúdos, tolhe aliberdade do educando, a sua capacidade de aventurar- se. Não forma, domestica" (63). A autonomia, a dignidade e a identidade do educando tem de ser respeitada, caso contrário, o ensino tornar- se- á "inautêntico, palavreado vazio e inoperante" (p.69). E isto só é possível tendo em conta os conhecimentos adquiridos de experiência feitos" pelas crianças e adultos antes de chegarem a escola. Para...
tracking img