Pedagogia da autonomia - paulo freire

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 18 (4491 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de agosto de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
| |

Alunas: Adélia, Luciane, Silmar, Thaís, Ticiane. Turma: PED 1SB

PEDAGOGIA DA AUTONOMIA

PAULO FREIRE

CURITIBA

2011

Cap.1 – Não há docência sem discência.

1.1 - Ensinar exige rigorosidade metódica

Primeiramente, o professor devetrabalhar com seus alunos a rigorosidade metódica, pois ela não possui nenhuma semelhança com a educação bancária, onde os alunos são considerados seres vazios que vão para escola para serem preenchidos com o saber institucional. O ensinar possui dois momentos: um em que se aperfeiçoa o conhecimento que já existe, e outro que trabalha com o conhecimento que não existe. O professor não está ali somentepara ensinar, passar seu conhecimento, sem ao menos interessar-se em saber se o seu aluno aprendeu, mas também para aprender com ele, estimulando- o cada vez mais, para que, o que se foi ensinado seja realmente aprendido. O educador possui a missão e o dever de intensificar a aptidão analítica e a curiosidade de seus alunos. Para que tudo isso aconteça é necessário que alunos e professores sejamtotalmente humildes, criadores, criativos, estimulados, inquietos e muito persistentes no contexto da educação. Ensinar não é apenas transferir conhecimento, mas sim preparar o caminho de quem aprende, tornando - o um cidadão de bem, consciente de seus direitos e deveres.

1.2 - Ensinar exige pesquisa

Não existe ensino sem pesquisa e pesquisa sem ensino. Enquanto pesquisamos estamosbuscando nos educar. A pesquisa nos ajuda a conhecer o que ainda não conhecemos. O melhor de tudo isso, é que podemos comunicar essa novidade a milhares de pessoas. A pesquisa nada mais é do que a junção de muitas informações, onde podemos chegar a um novo conhecimento e uma nova conclusão. Devemos sempre estar abertos para conhecer o novo. O processo de aprendizagem da pesquisa deveria ser iniciadodesde muito cedo, pois com a pesquisa temos a possibilidade de revelar a capacidade e a habilidade de cada pesquisador. Não é possível ser professor sem ser pesquisador. A pesquisa traz ao professor e ao aluno conhecimentos novos que poderão ajudar não somente na sua vida escolar, mas também na sua vida cotidiana. Pois o aluno que pesquisa, se interessa pela suas condições e pode transformá-lás acada dia.

1.3 - Ensinar exige respeito aos saberes dos educandos

A escola tem o dever de respeitar todos os alunos, principalmente os alunos de classes populares, que tem o conhecimento adquirido pela sua vida cotidiana e pela sua prática comunitária. É necessário que se discuta com os alunos a realidade em que vivemos, sempre que possível associando aos conteúdos estudados, comopor exemplo, a poluição dos rios, o baixo nível do bem - estar da população, saúde, violência, política e assim por diante. Muitos podem achar que esse não é exatamente o papel da escola, mas estão totalmente enganados, pois a escola e os professores não possuem somente o dever de ensinar os conteúdos aos alunos, mas também prepará - los para o mundo lá fora, que é totalmente diferente da realidadede uma sala de aula. O professor não é o dono do saber, é fundamental que ele conheça as experiências de seus alunos. Pois, quem sabe assim o ensino se tornaria mais prazeroso e ajudaria no conteúdo a ser conhecido e aprendido.

1.4 - Ensinar exige criticidade

Como educador, temos o dever de criticar a curiosidade e as idéias dos alunos. Mesmo que a critica não seja tão positiva, nofuturo ela fará a diferença e terá um poder construtivo. Essa curiosidade pode ser uma pergunta verbalizada, o esclarecimento de algum assunto ou mesmo um simples pedido de atenção. Deve-se fazer com que o aluno abra a mente e interaja com o assunto que se está estudando. Temos a certeza de que não poderia haver criatividade se não houvesse a curiosidade pra nos estimular cada vez mais a...
tracking img