Pectinase

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1555 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA
DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA DE ALIMENTOS
PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ALIMENTOS




COMPARAÇÃO DOS MÉTODOS SOXHLET E BLIGH-DYER NA EXTRAÇÃO DE LÍPIDIOS DE BISCOITOS TRADICIONAL E REDUZIDO TEOR DE GORDURA


Relatório de aula prática apresentado à disciplina de Extração e Purificação deBiocompostos, como requisto parcial de avaliação.
















PONTA GROSSA
2012

1. INTRODUÇÃO


A extração de óleo com solvente é um processo de transferência de constituintes solúveis (o óleo) de um material inerte (a matriz graxa) para um solvente com o qual está em contato. O processo que ocorre é físico, já que o óleo e o solvente sãorecuperados sem necessidade de uma reação química (EWALD et al., 1998).
A extração de lipídios é uma importante determinação nos mais diversos tipos de alimentos. Cuidados especiais são necessários para a obtenção da fração lipídica, pois poder haver extração de componentes não-lipídicos que podem influenciar a qualidade final da fração lipídica. O clássico método de extração a quente porSoxhlet, que utiliza refluxo de solvente por muitas horas, deveriam ser evitados, pois favorecem reações de peroxidação e de hidrólise, podendo comprometer os resultados. Um dos procedimentos de extração que supera as dificuldades do método do Soxhlet é o método a frio Bligh-Dyer, que utiliza com solvente uma mistura de clorofórmio-metanol. Neste método, a mistura clorofórmio-metanol tem acapacidade de extrair tanto os lipídios neutros quanto os polares. Desta forma a escolha do método para extração influencia no resultado final (BRUM et al., 2009; EWALD et al., 1998).
Por se apresentarem insolúveis em água, os lipídios é facilmente separado de proteínas, carboidratos e da água nos tecidos. Devido a sua grande faixa de hidrofobicidade, é praticamente impossível utilizar apenas umsolvente para a extração dos lipídios. Lipídios neutros podem ser extraídos por solventes apolares, enquanto que lipídios polares requerem solventes polares para quebrar as forças eletrostáticas e as pontes de hidrogênio e liberá-los (EWALD et al., 1998).
No método de extração por Soxhlet, consideram-se três etapas principais: a penetração do solvente ma matriz; a formação de uma miscelaintracelular e, a difusão do extrato na miscela externa. Consiste no tratamento sucessivo e intermitente da amostra imersa em um solvente puro, graças à sifonagem seguida da condensação do solvente aquecido dentro do balão que está na base do aparelho.8. Devido a amostra estar sempre em contato com o solvente, ocorre sua constante renovação e a temperatura mantém-se relativamente alta, já que ocalor aplicado para o processo é constante; é uma metodologia muito simples que não necessita treinamento especializado e possibilita a extração de uma quantidade maior de óleo em relação a outros métodos, sem a necessidade de filtração da miscela após o término da extração, pois a amostra esteve envolta no cartucho durante todo o procedimento (EWALD et al., 1998).
Folch et al. desenvolveramum método usando uma mistura de clorofórmio e metanol, seguida pela adição de solução de cloreto de potássio, visando uma melhor separação das fases. Bligh e Dyer modificaram este método e sugeriram um “método rápido para extração e purificação dos lipídios totais”. Apesar da toxicidade dos solventes e a indesejável extração dos contaminantes não-lipídicos da fase orgânica, os métodos de Folch etal. e Bligh-Dyer são largamente utilizados, tanto como propostos originalmente, quanto modificados. Uma das vantagens do método Bligh-Dyer é a formação de um sistema bifásico a partir das proporções de solventes adicionados durante a extração. A formação desse sistema basea-se na teoria do equilíbrio líquido-líquido do clorofórmio/metanol/água (BRUM et al., 2009; EWALD et al., 1998).

2....
tracking img