Pdfdoc

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (325 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
PREFEITO DE JARAGUÁ GO É ACUSADO DE DESVIO DE DINHEIRO PÚBLICO
O prefeito Lineu Olimpio, de Jaraguá Go, segundo relatório do Tribunal de Contas do Estado (TCE), usou os CPFs depessoas que estavam prestando serviços gerais, amigos e parentes de funcionários da Prefeitura para desviar R$ 1.332.095,33, de um valor de R$ 2.232.807,18. O Ministério PúblicoEstadual começou a investigar.

Estes valores foram desviados, conforme o relatório do TCE aprovado no dia 20 de julho de 2012, com obras que o prefeito simulou ter feito eretirado o dinheiro em nome de pessoas que estavam prestando serviços ao município, como os irmãos diaristas w*** A*** e Silva e Pedro Luiz de Góis e Silva, entre outros. Os doisdisseram que trabalham na Prefeitura para ganhar R$ 25,00 por dia e o prefeito paga em dinheiro e pessoalmente.

Usando o nome de Pedro Luiz, o prefeito Brás Costa, conforme oTCE, pagou R$ 45.320,00, referente a serviços de eletricidade. Em contato com o DE FATO, Pedro Luiz, que é pintor, informou que somado o que ele ganhou e tudo que o irmão dele PauloVictor recebeu em 2010 não chega a mil reais. No nome de Paulo Victor, Brás Costa retirou R$ 19.590,00.

Em nome de Pedro Dirceu da Nóbrega, foram simuladas obras que somadaschegam ao valor de R$ 74.642,00. Conforme o TCE, as obras não foram feitas. A reportagem do DE FATO comprovou, in loco, que as obras na escola, que teria sido reformada em 2010,está ocupada por sem teto no Sítio Boqueirão. Esta escola não passa por reformas há muitos anos.

Outro nome também usado foi Giliardo de Souza Menezes, que teria recebido R$55.642,00. Giliardo não foi encontrado pela reportagem, mas como os recursos foram pagos e a obra não foi feita, para o TCE, não restam dúvidas de que os recursos foram desviados.
tracking img