Pdcv

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2158 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 31 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
AULA  1- ALGUMAS CONSIDERAÇÕES SOBRE O TEXTO: Desenvolvimento Pré- Natal –Papalia; Olds & Feldman (2006)
•Desenvolvimento Pré-Natal
I- Três estágios: germinal (da fertilização até 2 semanas), embrionário ( de 2 a 8-12 semanas) e ( após 8-12 semanas) G E F ;
•- Germinal: Rápida divisão celular, torna-se + complexo e implanta-se na parede do útero
•- Embrionário: Rápido crescimento edivisão dos sistemas corporais e órgãos
•- Fetal: Primeiras células ósseas, rápido crescimento e mudança na forma corporal
Informações a serem consideradas
a) Cerca de 1/3 de todas as concepções acabam em aborto espontâneo. 
b) Três entre quatro abortos ocorrem no primeiro trimestre da gravidez.
II- Fatores Maternos (pesquisas com animais e relatos de mães)
a) Fatores ambientaisteratogênicos (causam defeitos congênitos): vide fig. 2-9, p. 78
b) Nutrição: ideal- ganhar entre 10 – 21 quilos; dieta diária balanceada: 300-500 calorias a mais por dia. Suplementação com ácido fólico (defeitos do tubo neural)
c)Atividades Físicas: exercícios regulares = gravidez/partos + seguros
d)Idade da Mãe: + 35 anos = complicações e morte devido a diabete, pressão arterial e sangramento severo.e)Incompatibilidade Tipo Sangüíneo: Fator RH (feto + x mãe -)= natimorto, icterícia, anemia, defeitos cardíacos, retardo mental, morte após nascimento. Cada gravidez > risco.
f) Ingestão de Drogas: o que a mãe ingere chega ao útero/ impacto maior no 1.º trimestre
- Medicamentos: antibióticos, excesso de vitaminas, pílulas anticoncepcionais, hormônio sintético dietilestilbestrol (DES) – prescrito p/prevenir abortos = “Filhas do DES” – câncer cervical ou vaginal; abortos, partos prematuros. Nenhuma medicação p/ grávidas ou quem está amamentando (só em situações especiais)
- Álcool: 40.000 bebês nascem com defeitos e 1 entre 750 com SAF – síndrome alcoólica fetal (EUA) - anormalidades mental, motora e desenvolvimentais. Consumo moderado: risco de retardamento do crescimento fetal, leucemia.- Nicotina: crescimento fetal inadequado; bebês pequenos demais; abortos espontâneos; mortes;  > índice de SMSI (Síndrome da Morte súbita na Infância); efeitos comportamentais a longo prazo , etc.
- Cafeína: café, chás, refrigerantes, chocolates = risco de aborto, afeta o desenvolv. fetal.
- Maconha: afeta o SN do bebê (tremores, sobressaltos, defeitos congênitos, distúrbios neurológicos,prematuros, baixa estatura). Estudo: maconha X leucemia (folhas da maconha contaminadas por pesticida).
- Opiáceos: morfina, heroína, codeína = bebês prematuros, viciados.
- Cocaína: abortos, prematuros, baixo peso, circunferência craniana menor e riscos de problemas neurológicos.
g)AIDS: índice de infecção mãe x bebê (1 em 4), baixa estatura, anormalidades cabeça e na face, etc. Mãe não deveamamentar.
h) Outras doenças: rubéola (surdez, defeitos cardíacos), diabete, tuberculose, sífilis, gonorréia ( no desenvolvimento, no momento do parto ou após parto). Toxoplasmose (parasita: bovinos, ovinos, suínos) = danos cerebrais, cegueira ou morte. Evitar carne crua, mexer com gatos e nem jardins com fezes de gatos.
i) Raio X: retardo, < diâmetro cerebral; síndrome de Down, etc.
 
III- FatoresPaternos: chumbo, maconha, cigarro, álcool, radiação, pesticidas = espermas anormais. Eletricistas, mineiros, indústrias de papéis e aeronáutica, etc = tumores no SNC. Pais fumantes = peso <; > probabilidade de Câncer. Idade paterna: + de 30 = Síndrome Marfim (cabeça, membros, ossos e nanismo ) e Síndrome de Down.
 
IV- Recursos para verificar o desenvolvimento fetal:
- Amniocentese,amostragem das vilosidades coriônicas (tecidos, membranas em torno do embrião); exame de sangue materno, ultra-som; amostragem do sangue do cordão umbilical; diagnóstico genético de pré-implantação (fertilização in vitro); embrioscopia.
O bebê do século XXI e a psicologia do desenvolvimento
 
AULA 2 -
MOURA, MOURA.L.S. (org) O BEBÊ DO SEC, XXI - São Paulo: Casa do Psicólogo, 2004.
1. Como...
tracking img