Pdca

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2387 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
CENTRO UNIVERSITÁRIO DO NORTE
LAUREATE INTERNATIONAL UNIVERSITIES
CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

ANDRÉIA CRISTINA
CARLOS EMANUEL
EDNILSON NAZARENO
HIGUERSON GALVÃO
JEFERSON TRINDADE
MICHELLE LIMA
RICARDO MAIA
SHIRLEY PAOLA
YASMIN SANTOS






MOTIVAÇÃO DOS COLABORADORES









MANAUS
2010
ANDRÉIA CRISTINA
CARLOS EMANUEL
EDNILSON NAZARENO
HIGUERSON GALVÃO
JEFERSONTRINDADE
MICHELLE LIMA
RICARDO MAIA
SHIRLEY PAOLA
YASMIN SANTOS














MOTIVAÇÃO DOS COLABORADORES



Trabalho de aproveitamento para a disciplina de XXXXXXX, ministrada pela Profª. xxxxxx, no 5º período do Curso de Administração, no Centro Universitário do Norte. Turma: ADN 0506.













MANAUS
2010
SUMÁRIOAPRESENTAÇÃO 3
1. A MOTIVAÇÃO NA ORGANIZAÇÃO 4
2. TEORIA DAS NECESSIDADES HUMANAS 5
3. TEORIA X E Y 6
4. TEORIA DE FREDERICK HERZBERG 7
5. CICLO MOTIVACIONAL 9
6. MORAL E CLIMA ORGANIZACIONAL 10
7. EXEMPLOS DE EMPRESAS QUE INVESTEM NA QUALIDADE DE VIDA
COMO FORMA DE MOTIVAR OS COLABORADORES 11
CONCLUSÃO 12
REFERÊNCIA 13
APRESENTAÇÃO



As organizações para alcançar sucesso naera que estamos, além dos requisitos básicos, devem ter principalmente gerentes que saibam lidar com pessoas aproveitando a máxima produtividade desses indivíduos.

A competividade faz com que as organizações necessitem de colaboradores cada vez mais motivados. Os avanços tecnológicos aliados as técnicas motivacionais são ferramentas a serem ultilizadas pelas empresas para permanecerem nomercado.

A motivação em uma equipe pode ser altamente contagiosa, mas necessariamente precisa estar enraizada nas lideranças, é sempre na liderança que brotará a primeira brisa rumo à tempestade que se forma até alcançarmos no topo.





























1. A MOTIVAÇÃO NA ORGANIZAÇÃO

A palavra motivação vem do Latin “motivus”, relativo a movimento,coisa móvel. Vemos que a palavra motivação, dada a origem, significa movimento. Quem motiva uma pessoa, isto é, quem lhe causa motivação, provoca nela um novo ânimo, e ela começa a agir em busca de novos horizontes, de novas conquistas. Quando há motivação as pessoas tornam-se mais produtivas, atuam com maior satisfação e produzem efeitos multiplicadores.

Antes da Revolução Industrial, aprincipal maneira de motivar consistia no uso de punições, criando, dessa forma, um ambiente generalizado de medo. Tais punições não eram unicamente de natureza psicológica, podendo aparecer sob forma de restrições financeiras, chegando até a se tornar reais sob a forma de prejuízos de ordem física.

Com a Revolução Industrial, investimentos cada vez pesados foram feitos com o objetivo deaumento da eficiência dos processos industriais que, por sua vez, passaram a exigir maiores e mais recompensadores retornos.

Os objetivos motivacionais a serem perseguidos em situação de trabalho orientavam as pessoas para se sentirem úteis e importantes. Além disso, era necessário satisfazer ao desejo natural dos trabalhadores de se considerarem parte integrante de um grupo social, semque fosse esquecido o reconhecimento individual a cada um deles.

Na evolução da história da motivação foram utilizados vários modelos como: a administração científica, que considerava que os funcionários eram preguiçosos e que deveriam receber recompensas que os induzissem a produzir mais, mais rápido e melhor. Posteriormente surgiu o modelo das relações humanas que entende que o homemdeve ser percebido como um todo; o trabalhador deveria sentir-se importante e participativo ficando assim satisfeito. Outro modelo importante foi o dos recursos humanos que entende que são diversos os fatores que influenciam a motivação e estes fatores alteram de pessoa para pessoa; o objetivo deste modelo é entender cada trabalhador para motivá-lo.








2. TEORIA DAS NECESSIDADES...
tracking img