Paulo freire

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3056 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
V Colóquio Internacional Paulo Freire – Recife, 19 a 22-setembro 2005

REFLEXÃO EM PAULO FREIRE:UMA CONTRIBUIÇÃO PARA A FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES
Everson Melquiades Araújo Silva1 Clarissa Martins de Araújo2 RESUMO
O objetivo desse estudo é recuperar nas obras de Paulo Freire o conceito de reflexão e compreender qual a contribuição desse conceito para a formação continuada deprofessores, visando a partir então, resgatar o aporte fundamental que o mesmo trouxe para a constituição desse olhar reflexivo do docente sobre a sua prática. A partir de uma pesquisa exploratória e de uma pesquisa bibliográfica, o estudo apontou que o conceito de reflexão é um tema que perpassa grande parte das obras de Freire. A este conceito, Freire acrescenta duas novas categorias: a crítica e aformação permanente. Nesta direção, a formação continuada de professores deve incentivar a apropriação dos saberes pelos professores rumo à autonomia e levar a uma prática crítico-reflexiva, abrangendo a vida cotidiana da escola e os saberes derivados da experiência docente. Palavras-Chave: Reflexão - Formação Reflexiva - Formação Continuada de Professores.

PAULO FREIRE E A REFLEXÃO NA FORMAÇÃOCONTINUADA DE PROFESSORES As ações para formação continuada de professores no Brasil intensificaram-se a partir da década de 1980 (SEF, 1999). No entanto, só na década de 1990, a formação continuada passou a ser considerada como uma das estratégias fundamentais para o processo de construção de um novo perfil profissional do professor (NÓVOA, 1991; ESTRELA, 1997; GATTI, 1997; VEIGA, 1998). No entanto,a formação continuada de professores no Brasil possui uma trajetória histórica e sócio-epistemológica, marcada por diferentes tendências, que não se constituíram a priori, mas que vêm emergindo das diferentes concepções de educação e sociedade presentes na realidade brasileira3. Nesta direção, apesar das diferentes tendências da formação continuada de professores presentes no cenário brasileiro,a orientação teórico-conceitual crítico-reflexiva vem sendo apontada pelos diferentes estudos como orientação mais adequada para a formação continuada de professores (CARVALHO e SIMÕES, 1999; ALMEIDA, 2003; SILVA, 2002; PORTO, 2000; MARQUES, 1992; MERCADO, 1999; SILVA e ARAÚJO, 2004).

Graduação em Pedagogia pela UFPE, Recife, 1996. Aluno do Mestrado do Programa de Pós-graduação em Educação daUFPE – (eversonmelquiades@bol.com.br). 2 Doutora em Ciências da Educação pela Université de Toulouse - Le Mirail, França, 1999. Professora do Departamento de Psicologia e Orientação Educacional e do Programa de Pós-graduação em Educação, da UFPE (cmaraujo@ufpe.br). 3 Sobre as tendências conceituais emergentes da formação continuada de professores na década de 1990, ver os estudos de Carvalho eSimões (1999), Silva e Araújo (2004) e Silva (2002).

1

V Colóquio Internacional Paulo Freire – Recife, 19 a 22-setembro 2005

Desta forma, a prática reflexiva, como orientação fundamental para formação continuada de professores, vem sendo pesquisa e estudada por diferentes teóricos (FREIRE, 2001; PERRENOUD, 2002; ALONSO, 1999; PIMENTA e GHEDIMN, 2002; IMBERNÓN, 2001; ALARÇÃO, 2003; GRACÍA,1999; entre outros). A partir desse princípio, abandona-se o conceito de formação docente como processos de atualização que se dão através da aquisição de informações científicas, didáticas e psicopedagógicas, descontextualizadas da prática educativa do professor, para adotar um conceito de formação que consiste em construir conhecimentos e teorias sobre a prática docente, a partir da reflexãocrítica. Sobre esta orientação, Imbernón afirma:
A formação terá como base uma reflexão dos sujeitos sobre sua prática docente, de modo a permitir que examinem suas teorias implícitas, seus esquemas de funcionamento, suas atitudes etc., realizando um processo constante de auto-avaliação que oriente seu trabalho. A orientação para esse processo de reflexão exige uma proposta crítica da intervenção...
tracking img