Paty

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1423 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
A epistemologia


1 - O conhecimento como problema

No entanto, deixaríamos mais de um professor em dificuldades se lhes perguntássemos: O que é conhecimento? Como conhecemos? Qual é a origem do conhecimento?
No entanto quando o professor seleciona o conteúdo da disciplina que vai ensinar durante o ano letivo, quando decide pelo, método e pelos procedimentos de ensino, quando enfrentar asdificuldades de aprendizagem dos seus alunos, na verdade esta pressupondo aquelas questões epistemológicas.

2 – A teoria do conhecimento

Quando falamos de conhecimento, estamos designando o ato de conhecer como uma relação que se estabelece entre a consciência que conhece e o objeto conhecido, mas podemos também estar nos referindo ao produto, ao resultado desse ato, ou seja, ao saberadquirido e acumulado pelo homem.
Aqui nos interessa examinar o primeiro aspecto, o ato de conhecer, cujas questões são tratadas na teoria do conhecimento, uma parte da filosofia que investiga as relações entre o sujeito cognoscente ( o sujeito que conhece) e o objeto conhecido.
Só na idade Moderna a teoria do conhecimento constituiu uma disciplina independente.
O racionalismo tem seu maior expoenteem Descartes (1596-1650), e o empirismo, em (1632-1704) e Hume (1711-1176).

O inatismo

A grande novidade introduzida por Descartes foi iniciar sua filosofia pela teoria do conhecimento. Na parte da realidade do mundo, que deixa de ser o principio do conhecimento, mas vai buscar no sujeito, na subjetividade, os critérios para estabelecer algo como verdadeiro.
A filosofia de Descartes é umidealismo e um subjetivismo. Para Descartes, por exemplo as ideias gerais que não derivam do particular, mas já se encontram no espírito. São ideias inatas e, portanto, não estão sujeitas a erro, pois vem da razão, independentes das ideias que “vem de fora”, formadas pelos sentidos ou pela imaginação.
O termo inato indica “o que nasce com sujeito” e o termo a priori significa o que é anterioráexperiência sensível.
Em resumo, para os aprioristas, se o conhecimento é uma forma pela qual entramos em contato com a realidade não poderemos saber se o que conhecemos é verdade ou falso se não tivermos um critério seguro.

O empirismo

Loke foi influenciado pelo pensamento cartesiano, mas escolheu outro caminho para resolver o problema do conhecimento, afirmando que a alma é como uma tabularasa, uma tabula onde não há inscrições, mas uma cera na qual não há qualquer impressão. A sua teoria é conhecida como empirismo, termo cuja origem é a palavra grega empería, que significa experiência.
Segundo Loke, há duas fontes possíveis para nossas ideias: a sensação e a reflexão. Portanto, a reflexão se reduz apenas a experiência interna do resultado da experiência externa produzida pelasensação. Se compararmos essas concepções como o processo cartesiano de conhecimento, poderemos dizer que, isso não significa que o racionalismo exclui a experiência sensível, mas está é considerada apenas a ocasião do conhecimento, estando sujeito a enganos. Do mesmo modo, o empiritismo não despreza a razão, mas a subordina ao trabalho anterior da experiência.
O empiritismo e o positivismo caracterizama tendência naturalista que marca fortemente o inicio da constituição do método das ciências humanas.
O sociólogo Durkheim, por exemplo, partiu do pressuposto metodológico de que os fatos sociais deviam ser observados como se fossem coisas.
O alemão Wundt, por exemplo, se ocupa com o estudo da percepção sensorial, principalmente a visão.
Outra corrente de psicologia que tem exercido marcanteinfluencia na pedagogia contemporânea e o behaviorismo (de bahaviour ou behavior, conduta) ou psicologia comportamentalista.
Skinner aperfeiçoou os estudos os estudos do condicionamento clássico ou pavloviano e, a partir de experiencias com pombos e ratos, estabeleceu as leis do condicionamento instrumental (ou operante, também chamado skinmeriano).
Skinner inventa a instrução programada. O...
tracking img