Patologias

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 17 (4107 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
PATOLOGIAS DO SISTEMA URINÁRIO (EXCRETOR)

As patologias dos rins podem ser :
AGUDAS: súbitos, como resultado de infecções com inflamação dos néfrons. Duram por algumas semanas, mas há recuperação completa.

CRÔNICAS: originam-se lentamente e são progressivas, com perda gradual da função do rim.

GLOMERULONEFRITE:

Glomerulonefrites ou glomerulopatias são afecções que acometem oglomérulo (estrutura microscópica formada por um emaranhado de capilares semelhantes a um novelo de lã). É a principal estrutura renal responsável pela filtração do sangue. A glomerulonefrite pode ser:

GLOMERULONEFRITE AGUDA:

É a doença mais comum dos rins. Geralmente, o paciente se recupera sem danos ao rim.
Normalmente ocorre em crianças cerca de uma a quatro semanas após umainfecção estreptocócica na garganta. Anticorpos formados em resposta a estes estreptococos fixam-se na membrana glomerular (parte do néfron) danificando-a.
Em adultos a doença pode se tornar crônica, com diminuição gradual da quantidade de néfrons funcionantes, levando à insuficiência renal crônica.
A síndrome nefrítica aguda pode estar associada ao desenvolvimento de hipertensão, inflamaçãointersticial (inflamação de espaços intercelulares do tecido renal) e insuficiência renal aguda.

GLOMERULONEFRITE CRÔNICA:

É uma doença que ocorre quando há destruição lenta e progressiva dos glomérulos renais, com a perda progressiva da função renal. Alguns casos são causados por estímulos específicos ao sistema imunológico, mas a causa precisa da maior parte dos casos é desconhecida. Esta doençaé uma causa da hipertensão e da insuficiência renal crônica.
O dano aos glomérulos compromete a eficiência da filtragem, permitindo que sangue e proteína passem para a urina.
Aproximadamente 1/4 das pessoas acometidas por glomerulonefrite não apresentam história prévia de doença renal e o distúrbio inicialmente aparece como uma insuficiência renal crônica.
As doenças glomerulares sãoconsequências de uma ampla variedade de fatores:
• distúrbios imunológicos;
• doenças vasculares;
• doenças metabólicas;
• algumas entidades hereditárias.
As glomerulopatias que aparecem isoladamente são classificadas como primárias, e quando estão associadas a doenças sistêmicas (Lupus, diabetes, etc.) são classificadas como secundárias.

Sintomas: A inflamação atrapalha ofuncionamento dos glomérulos que resulta em urina escura, acastanhada ou da cor da ferrugem (em virtude da presença de sangue na urina), urina espumosa, perda de proteínas (quando há perda de proteínas da corrente sanguínea, ocorre edema (acúmulo de líquidos nos tecidos do organismo) pois a proteína mantém o fluido dentro dos vasos sanguíneos.

Tratamento:O tratamento varia dependendo da causa dadoença, do tipo e da gravidade dos sintomas. O objetivo principal do tratamento é controlar os sintomas. A hipertensão pode ser de difícil controle e normalmente é o aspecto mais importante do tratamento.
Podem ser usados vários medicamentos anti-hipertensivos para tentar controlar a pressão sanguínea alta. Pode ser necessário restringir a ingestão de sal, líquidos, proteínas e outras substânciaspara auxiliar o controle da hipertensão ou da insuficiência renal.
No caso da doença crônica pode ser necessário recorrer à diálise ou ao transplante renal para controlar os sintomas de insuficiência renal e manter a vida.



PIELONEFRITE (conhecida popularmente como infecção urinária):
A pielonefrite é uma infecção do trato urinário ascendente que atingiu a pelve do rim. Afeta quasetodas as estruturas do rim, incluindo túbulos e sistema coletor. Só o glomérulo é exceção, pelo menos até uma fase avançada. É classificada em aguda ou crônica.

Pielonefrite aguda: É uma inflamação da pelve renal e do tecido do rim por penetração de germes que atinge um ou os dois rins.
O germe pode atingir o rim pelo sangue ou subindo da uretra para a bexiga e pelo ureter até o rim....
tracking img