Patologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 19 (4592 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Associação Brasileira de Odontologia
Seção Espírito Santo
Curso de Especialização em Odontopediatria

Patologia
Geral
Profa. Dra.

PATOLOGIA
doenç
"pathos" = sofrimento, doença
pathos"
"logia" = estudo
logia"
Estudo das alterações estruturais e
funcionais das células, órgãos e tecidos
que estão associados as “doenças”

FERNANDA CAMPOS ROSETTI LESSA

Doenç
Doenças
Doen
Causa(s)

Aspectos etiopatogênicos e
fisiopatogênicos das doenças

Alterações morfológicas e/ou moleculares nos tecidos

Diagnóstico

Terapêutica

Alterações funcionais no organismo ou em parte dele

Manifestações subjetivas (sintomas) ou objetivas (sinais)

Prevenção

Lesão Orgânica

Elementos de
doenç
uma doença
Profa. Dra.

FERNANDA CAMPOS ROSETTI LESSA

Alteraçõesmoleculares ou
estruturais nas células
(Rudolf Virchow)

Macroscópicas, microscópicas e submicroscópicas
Podem ser detectadas com métodos bioquímicos e
de biologia molecular.

Lesão ou processo patológico é o conjunto de
alterações morfológicas, moleculares e/ou funcionais
que surgem nos tecidos após agressões.

1

CAUSAS DA LESÃO E ADAPTAÇÃO CELULAR
A célula se mantém em estado deequilíbrio para
suportar as demandas fisiológicas normais

Estímulos fisiológicos e/ou patológicos podem
causar variadas “adaptações celulares”.
Ex: halterofilista (hipertrofia)
Falta de estímulo pode causar atrofia, a qual
também é uma resposta adaptativa celular

ESTÍMULO

SOBRE A CÉLULA (ESTRESSE)

CAUSAS DA LESÃO
1. HIPÓXIA

RESPOSTA ADAPTIVA

2. AGENTES FÍSICOS
LESÃO REVERSÍVEL3. AGENTES QUÍMICOS E DROGAS
4. AGENTES INFECCIOSOS

LESÃO IRREVERSÍVEL

5. REAÇÕES IMUNOLÓGICAS
6. DISTÚRBIOS GENÉTICOS

A resposta celular dependerá da natureza e/ou
gravidade do estresse e do estado intrínseco da
própria célula

H
I
P
Ó
X
I
A

DIMINUIÇÃO DA OXIGENAÇÃO DAS
CÉLULAS PERTURBANDO SUA
RESPIRAÇÃO AERÓBICA OXIDATIVA

CAUSAS
PERDA SE SUPRIMENTO SANGUÍNEO(isquemia)
INSUFICIENCIA
CARDIORESPIRATÓRIA
FALTA DE TRANSPORTE DE
OXIGÊNIO PELO SANGUE

7. DESEQUILÍBRIO NUTRICIONAL

A
G
E
N
T
E
S

Traumatismo
Extremos de temperatura
Alterações repentinas de
pressão atmosférica
Radiação
Choque elétrico

F
Í
S
I
C
O
S

2

AGENTES INFECCIOSOS

AGENTES QUÍMICOS E
DROGAS

Vírus, bactérias, fungos e formas
superiores de parasitasGlicose ou sal em concentrações
hipertônicas (degeneração hidrópica)

REAÇÕES IMUNOLÓGICAS

Arsênio, cianeto, sais de mercúrio (morte)
Substâncias de contato diário (inseticidas,
herbicidas, monóxido de carbono, álcool,
drogas narcóticas e terapêuticas)

Reação anafilática a uma proteína exógena ou a
uma droga
Reações aos auto-antígenos endógenos
(doenças auto-imune)

DISTÚRBIOSGENÉTICOS
Alterações genéticas que causam malformações
congênitas

Etiopatogênese
geral das lesões

Anormalidades enzimáticas causam lesão celular
devido a alterações sutis no DNA

DESEQUELIBRIOS NUTRICIONAIS
Deficiência calórico-protéicas (morte)
Deficiência de vitaminas específicas
Excessos alimentares (sobrecarga de células do
corpo com gorduras)

Profa. Dra.

LESÃO E MORTECELULAR

FERNANDA CAMPOS ROSETTI LESSA

ISQUEMIA

Fosforilação oxidativa

ATP

ALTERAÇÕES ULTRA-ESTRUTURAIS
X
ALTERAÇÕES A MICROSCOPIA ÓPTICA

Bomba de sódio
R
E
V
E
R
S
Í
V
E
L

RESPOSTA CELULAR
LESÃO: tipo, duração e gravidade
CÉLULA: tipo, estado e adaptabilidade

I
R
R
E
V
E
R
S
Í
V
E
L

Outros efeitos
(destacamento dos
ribossomos)

GlicóliseInfluxo de Ca e H2O
Efluxo de K

Tumefação celular
Perda de microvilosidades
Bolhas
Tumefação do RE
Figuras de mielina

Glicogênio

pH

Síntese protéica

Deposição lipídica
Aglomeração da
cromatina nuclear

Liberação intracelular de
enzimas lisossômicas

Lesão da membrana

Influxo de Ca
Basofilia
Alterações nucleares
Digestão protéica

Saída de
enzimas

Ca nas...
tracking img