Patologia em pavimentos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 26 (6475 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
1
PATOLOGIAS DE PAVIMENTOS ASFÁLTICOS E SUAS RECUPERAÇÕES
– ESTUDO DE CASO DA AVENIDA PINTO DE AGUIAR
Robson Soares da Rocha¹
Eduardo Antonio Lima Costa ²
RESUMO: O presente artigo aborda alguns aspectos técnicos que interferem na qualidade
do pavimento asfáltico da Avenida Pinto de Aguiar. Constantemente essa via tem sido
recuperada por alguns métodos executivos, devido ao intenso tráfegoe intempéries as quais a
mesma é submetida. Através de normas técnicas regulamentadoras, os processos executivos
foram sendo compostos para possibilitar o aumento do tempo de vida deste revestimento
asfáltico. Panelas (buracos), trincas e outras patologias identificadas nesta via colocam em
risco o deslocamento e, se não forem adequadamente solucionados, podem se tornar
irreparáveis,exigindo assim que o pavimento seja reconstruído em toda a sua estrutura. Este
trabalho identifica quais as mais apropriadas metodologias e técnicas para o reparo dos
danos identificados.
Palavras-chave: Patologia; Pavimento asfáltico; Reparos.
1. INTRODUÇÃO
O sistema viário deve atender a itens de conforto e segurança na trafegabilidade dos
veículos pelas ruas e avenidas da cidade. A cidade deSalvador com sua topografia sinuosa e
enladeirada apresenta ruas antigas e avenidas modernas que se interligam, facilitando a
integração e o deslocamento de veículos e de pessoas.
Ao circular em Salvador observa-se que diversas ruas e avenidas estão com a capa
asfáltica envelhecida. A cidade, em sua maioria, tem optado pelo uso do pavimento flexível
principalmente por possuir uma refinaria depetróleo próximo a este município. Os
pavimentos da cidade são executados em Concreto Betuminoso Usinado a Quente (CBUQ),
material de alta flexibilidade e excelente resistência aos esforços de flexão, características
estas que levam os profissionais a escolherem este tipo de revestimento. No entanto este
material pode deteriorar-se mais rapidamente, principalmente quando ocorrem falhas noprocesso de execução (Figura 01) ou, quando não é efetuado um plano de conservação e
manutenção periódica (Figura 02).
¹ Concluinte do Curso de Engenharia Civil - Universidade Católica do Salvador. E-mail: poynt23@hotmail.com.
² Professor, Msc. em Engenharia Civil - Universidade Estadual de Feira de Santana. E-mail: eduardo@uefs.br –
Orientador
2
Figura 01. Trecho da Avenida Pinto de AguiarFigura 02. Trecho da Avenida Pinto de Aguiar
Diversos são os materiais empregados na execução de um pavimento rodoviário, entre
os quais destacam-se: Asfalto - Borracha, Stone Matrix Asphalt (SMA), Lama Asfáltica,
CBUQ, etc.
O Asfalto – Borracha consiste na mistura de borracha de pneus triturada em misturas
asfálticas. Este material foi utilizado experimentalmente em Salvador no trecho da AvenidaOgunjá (interligando a Avenida Bonocô a Avenida Vasco da Gama). É um método
ecologicamente correto, pois reutiliza pneus velhos e inservíveis (SILVA, 2005).
Segundo BERNUCCI (2008, p.168), o “[...] SMA é um revestimento asfáltico,
usinado a quente, concebido para maximizar o contato entre os agregados graúdos,
aumentando a interação grão/grão [...]”.
Conforme BERNUCCI (2008, p.185), “[...]as lamas asfálticas consistem basicamente
de uma associação, em consistência fluida, de agregados minerais, material de enchimento ou
fíler, emulsão asfáltica e água [...]”.
Segundo BERNUCCI (2008, p.158), “[...] o CBUQ é um produto da mistura de
agregados de vários tamanhos e cimento asfáltico, ambos aquecidos em temperaturas
escolhidas, em função da característica viscosidade-temperatura doligante [...]”.
Salvador por ser uma cidade de condições climáticas (umidade, temperatura e chuvas)
variando durante todo o ano, com o pavimento asfáltico exposto às diversas intempéries, e a
intensidade e ação do tráfego relacionados à má execução das obras e com falhas no plano de
manutenção e conservação, propicia o aparecimento de patologias como fissuras, trincas,
panelas (buracos) e...
tracking img