Patologia em estruturas de madeira

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas: 15 (3646 palavras)
  • Download(s): 0
  • Publicado: 27 de setembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Universidade Estadual Vale do Acaraú – UVA
Centro de Ciências Exatas e Tecnologia – CCET
Curso de Engenharia Civil e Ambiental
Disciplina de Patologia e terapia das construções
Professor Augusto Azevedo

Patologia das construções de madeira

João Jorge Temóteo
Menandro Álison Sales RodriguesGerardo Neto Vasconcelos
José Weldinantes Silva Soares


Sobral
Agosto de 2011
Sumário
01 Definição de patologia
02 Onde ocorrem as patologias
03 O que a patologia estuda
04 Fatores relevantes para durabilidade de estruturas
05 Causas de patologia
06 Agentescausadores
07 Como detectar problemas patológicos
08 Patologia em estruturas de madeira
09 Patologias geradas por agentes abióticos
10 Patologias geradas por agentes bióticos
11 Técnicas de proteção, intervenção e reparação
12 Tratamentos específicos perante diferentes agentes
13 Conclusão

Definição de Patologia
São todas as manifestações cuja ocorrência no ciclo de vida da edificação, venhaprejudicar o desempenho esperado do edifício e suas partes (subsistemas, elementos e componentes).

Onde ocorrem as patologias
a patologia pode ocorrer na estrutura, na vedação, nos componentes de abastecimento (dutos elétricos, hidráulicos).

O que a patologia estuda?
A patologia estuda: manifestação, mecanismo de ocorrência, causa, natureza, origens e conseqüências. Assim se busca peças quetenha durabilidade (aumentando o custo-benefício do produto usado): produto com vida útil a cima do esperado, mas com a manutenção recomendada pelo fabricante.

Fatores relevantes para durabilidade de estruturas
* durabilidade dos materiais e componentes utilizados;
* condições de exposição a que está submetido (ao entorno);
* condições de uso;
* ações de manutenção realizadas.Causas de patologia
* Mau projeto;
* Erro de execução;
* Uso inadequado (usado para fins diferentes dos calculados em projeto);
* Falta de manutenção

Agentes causadores
* Mecânicos: Abalos sísmicos, alterações no terreno, sobrecarga na estrutura.
* Químicos: Ação do sal do mar, poluição do ar, água na estrutura, variação de temperatura, umidade relativa doar,radiação solar incidente, chuva.
* Biológicos:Fungos, bactérias, fungos.
* Físicos (do material): escolha errada, incorreto dimensionamento.
Como detectar problemas patológicos
* Vistoria do local;
* Determinação da existência e da gravidade do problema patológico;
* Caracterização do “objeto” sujeito à manifestação patológica;
* Definição e comparação com o desempenho esperado;* Definição de medidas de segurança;
Vantagens e desvantagens do uso da madeira
Vantagens
* Alto índice de resistência específica;
* Muito fácil de ser trabalhada;
* Baixo consumo de energia no seu processamento;
* Absorção e fixação de CO2;
* Renovável
* Pode ser obtida em grandes quantidades a um preço relativamente baixo. As reservas renovam-se por si mesmastornando o material permanentemente disponível
* Pode ser produzida em peças com dimensões estruturais que podem ser rapidamente desdobradas em peças pequenas, de delicadeza excepcional
* Pode ser trabalhada com ferramentas simples e ser reempregue várias vezes
* Foi o primeiro material empregue, capaz de resistir tanto a esforços de compressão como de tração
* Tem baixa massa volúmica eresistência mecânica elevada. Pode apresentar a mesma resistência a compressão que um concreto de resistência razoável. A resistência à flexão pode ser 10 vezes superior à do concreto, assim como a resistência ao corte
* Permite ligações e emendas fáceis de executar
* Não estilhaça quando submetida a choques bruscos que romperiam ou fendilhariam outros materiais de construção.
*...
tracking img