Pastelaria

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3514 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
A HISTÓRIA DO AÇÚCAR – PAG 3 MIL-FOLHAS – PAG 5 DOUGHNUTS – PAG 7 CROISSANT – PAG 8 FOLAR SIMPLES – PAG 10 BISCOTTI (DE AMÊNDOAS E ALPERCES) – PAG 12 TARTE DE LIMA/LIMÃO MERENGADA – PAG 13 SCONES (DE DAMASCO) – PAG 15 FLORESTA NEGRA – PAG 17 PANNA COTTA (COM COMPOTA DE MORANGO) – PAG 18

BAKING MAD Como alunos da Licenciatura em Produção Alimentar em Restauração, da Escola Superior deHotelaria e Turismo do Estoril, fomos desafiados a criar uma revista onde fosse apresentado algum do trabalho desenvolvido nas aulas práticas da disciplina de Artes Culinárias – Pastelaria. Espero que disfrutem não só da revista, mas também de todas as fantásticas confecções que foram por nós elaboradas durante este semestre.

Nesta revista podem encontrar, para além das receitas dessas confecções,alguma da sua história.

João Topa, nº 5901 Nuno Matos, nº 5927 2011/2012, Licenciatura em Produção Alimentar em Restauração, 1º Ano, Turma B 1

A HISTÓRIA DO AÇÚCAR
SÉCULO VI a.C.
Antes de existir açúcar, tal como hoje o conhecemos, existiam apenas duas fontes de sabor doce no mundo: o mel e a cana. A cana é cultivada já desde a Antiguidade. Terão sido os povos das ilhas do Sul do Pacífico,por volta do ano 20.000 a.C., a descobrir as propriedades desta planta, que crescia espontaneamente nas suas terras. Foi na Nova Guiné que a cana foi pela primeira vez cultivada. A partir desta zona, a cultura estendeu-se depois a outras ilhas vizinhas, como as Fiji ou a Nova Caledónia. Mais tarde, a cana-de-açúcar terá prosseguido a sua viagem e chegado a outros países, como as Filipinas, aIndonésia, a Malásia ou a Índia. Foram os Indianos, aliás, o primeiro povo a extrair o suco da cana e a produzir, pela primeira vez, açúcar “em bruto”, baptizado com o nome gur, por volta de 500 a.C.. Os segredos da produção de açúcar espalharam-se aos poucos por toda a região do Médio Oriente. Os Árabes aprenderam com os Persas a produzir açúcar sólido e foi desta forma que, por volta do século IIIa.C., se estabeleceram verdadeiras “rotas do açúcar”, com caravanas a fazer o transporte entre os países asiáticos e africanos. Mais tarde, vieram as Cruzadas. Motivados por uma causa religiosa, os Europeus viajaram até países longínquos... no regresso trouxeram alguns conhecimentos novos. Descobriram a cultura da cana-de-açúcar e introduziram-na na Grécia, em Itália e nalgumas regiões de França. Noentanto, o sucesso não foi grande... o clima não era o mais adequado e o Oriente continuou a ser o maior fornecedor de açúcar do mundo ocidental. Nesta altura, eram os mercadores venezianos os principais intermediários deste comércio: em Alexandria compravam o açúcar proveniente da Índia, fazendo-o depois chegar ao resto da Europa. Durante centenas e centenas de anos o açúcar foi, assim,considerado uma especiaria extremamente rara e valiosa. Apenas nos palácios reais e nas casas nobres era possível consumir açúcar. Vendido nos boticários (as farmácias de então), o açúcar atingia preços altíssimos, sendo apenas acessível aos mais poderosos.

SÉCULO XV e XVI
No início do século XV deu-se uma viragem importante na história do açúcar. O infante D. Henrique resolveu introduzir na Madeira acultura da cana. O projecto correu bem e, em breve, Portugal estaria a vender açúcar ao resto da Europa. Por outro lado, com a passagem do cabo da Boa Esperança, os Portugueses passaram a viajar para a Índia com bastante regularidade. Nesta época, os Portugueses tornaram-se, assim, os maiores negociantes de açúcar, e Lisboa a capital da refinação e comércio deste produto. Normalmente associa-se oaçúcar a um produto de origem sul-americana. No entanto, terá sido apenas na altura dos Descobrimentos que a cana fez a sua viagem até este novo continente. Foi Cristóvão Colombo o intermediário desta viagem, tendo levado alguns exemplares de cana-de-açúcar provenientes das Canárias para plantar em S. Domingos, a actual República Dominicana. A cultura de cana encontrou no novo continente...
tracking img