Parto

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1953 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Parto, Aborto e Puerpério
Assistência Humanizada à Mulher
Brasília, DF
2001
© 2001. Ministério da Saúde
É permitida a reprodução parcial ou total, desde que citada a fonte.
Tiragem: 50 mil exemplares.
Ministro da Saúde
José Serra
Secretário de Políticas de Saúde
Cláudio Duarte da Fonseca
Coordenadora da Área Técnica de Saúde da Mulher
Tânia di Giacomo do Lago
Produção, distribuiçãoe informações:
Ministério da Saúde
Secretaria de Políticas de Saúde
Área Técnica de Saúde da Mulher
Esplanada dos Ministérios, Bloco G, 6° andar
CEP: 70.058-900, Brasília, DF
Tel: (61) 315-2869
Fax: (61) 322-3912
1°. ed. 2001



5
Assistir às mulheres no momento do parto e nascimento
com segurança e dignidade é compromisso
fundamental do Ministério da Saúde.
O Programa deHumanização no Pré-natal e
Nascimento estabelece os princípios da atenção que
deve ser prestada e exorta estados, municípios e
serviços de saúde a cumprirem seu papel, propiciando
a cada mulher o direito de cidadania mais elementar,
dar à luz, recebendo uma assistência humanizada e
de boa qualidade.
O Ministério da Saúde apresenta esta publicação com
o objetivo de disseminar conceitos e práticasda
assistência ao parto entre os profissionais de saúde.
Pretende, principalmente, integrar a capacitação
técnica à necessária humanização do processo de
atenção à mulher durante a gestação e o parto.
Desta forma, será possível resgatar para mulheres e
profissionais de saúde a singularidade dente momento.
JOSÉ SERRA
APRESENTAÇÃO

7
PÁG. Nº
Prefácio – Humanização da atenção obstétrica 91. Direitos reprodutivos, saúde materna e perinatal 11
2. Atenção institucional ao parto 17
3. Preparando a mulher para o parto 26
4. Avaliação crítica do tipo de parto 32
5. Assistência à mulher no trabalho de parto 38
6. Uso do partograma no acompanhamento do trabalho de parto 45
7. Acompanhamento da mulher durante o trabalho de parto(Suporte 64
psicossocial)
8. O controle da dor notrabalho de parto 68


SUMÁRIO

9
O conceito de atenção humanizada é amplo e
envolve um conjunto de conhecimentos, práticas e
atitudes que visam a promoção do parto e do
nascimento saudáveis e a prevenção da morbimortalidade
materna e perinatal. Inicia-se no pré-natal
e procura garantir que a equipe de saúde realize
procedimentos comprovadamente benéficos para a
mulher e o bebê, queevite as intervenções
desnecessárias e que preserve sua privacidade e
autonomia.
A gravidez e o parto são eventos sociais que integram
a vivência reprodutiva de homens e mulheres. Este é
um processo singular, uma experiência especial no
universo da mulher e de seu parceiro, que envolve
também suas famílias e a comunidade. A gestação,
parto e puerpério constituem uma experiência
humana dasmais significativas, com forte potencial
positivo e enriquecedora para todos que dela
participam.
Os profissionais de saúde são, coadjuvantes desta
experiência e desempenham importante papel. Têm a
oportunidade de colocar seu conhecimento a serviço
do bem-estar da mulher e do bebê, reconhecendo os
momentos críticos em que suas intervenções são
necessárias para assegurar a saúde de ambos.Podem
minimizar a dor, ficar ao lado, dar conforto, esclarecer,
orientar, enfim, ajudar a parir e a nascer. Precisam
lembrar que são os primeiros que tocam cada ser que
nasce e ter consciência dessa responsabilidade.
Contudo, desempenhar este papel não é fácil. A
maioria dos profissionais vê a gestação, o parto, o
aborto e o puerpério como um processo
predominantemente biológico onde opatológico é
mais valorizado. Durante sua formação, doenças e
intercorrências são enfatizadas e as técnicas
intervencionistas são consideradas de maior
importância. Entretanto, a gestação é um processo
que geralmente decorre sem complicações. Os
estudantes são treinados para adotar "práticas
rotineiras", como numa linha de produção, sem a
PREFÁCIO
HUMANIZAÇÃO DA ASSISTÊNCIA OBSTÉTRICA...
tracking img