PARTO CESARIANA

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3124 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de julho de 2015
Ler documento completo
Amostra do texto


NOME: SIMONE CRISTINA ROCHA TURMA: 31 TA







TÉCNICO
EM
ENFERMAGEM









INSTITUTO POLIGONO DE ENSINO
SÃO BERNARDO DO CAMPO 2015.
TEMA: PARTO CESARIANA
HOSPITAL: HMU CENTRO CIRURGICO



















INSTITUTO POLIGONO DE ENSINO
SÃO BERNARDO DO CAMPO 2015.


Indice
1. Introdução
2. Parto cesariana
3. Materias necessários para parto cesariana
4. Cuidados de enfermagemem parto cesariana
5. Conclusão
6. Bibliografia























1. INTRODUÇÃO
Atualmente as gestantes têm o conhecimento, a orientação de como possa vir a ser o seu parto e como se sentirá melhor, podendo a ver escolha. Essas orientações geralmente são realizadas durante o pré-natal por enfermeiras, médicos, dentre outros funcionários da saúde capacitados a esse trabalho.Dessa forma, essetrabalho retratará os tipos de partos e alojamento a puérpera e ao recém-nascido, onde ambos poderão ter conforto nesse momento especial e de muitíssima importância.
Os esclarecimentos serão seguidos de pequenos comentários de especialista da área, com a finalidade de obtermos mais segurança dos benefícios citados; além de acrescentamos alguma curiosidade, técnicas e rotinas que compõe essesprocedimentos.
Conhecimento traz segurança e qualidade, além de aumentar à auto - estima dos seres humanos.De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), a mulher tem o direito de escolher como quer ter o filho. E já que não existe parto sem dor, a idéia é torná-lo menos traumático possível, para a mãe e para o bebê.
A escolha da técnica utilizada para o parto é tão importante quanto a decisão deter um filho. Esta escolha deve obedecer a critérios médicos e, principalmente, ao desejo expressado pela gestante, pois a mulher precisa estar confiante na hora do parto. A informação detalhada sobre os tipos de parto, seus prós e contras, é a melhor aliada na hora da escolha.











2. Parto Cesariana
Os motivos para optar por uma cesariana devem ser essencialmente, clínicos. A razão maisfreqüente são a desproporção do tamanho do bebê em relação à pelve feminina, infecção herpética ativa, gestantes diabéticas, posição do bebê invertida e difícil, ou ainda, se o seu trabalho de parto não estiver progredindo normalmente.
Como é a cesárea?
Dentro do centro cirúrgico, ocorre a aplicação da anestesia, na região lombar da paciente, entre duas vértebras da coluna. A dor da picada não éintensa, mas é perceptível. Existem três variações de anestesia: a raquidiana (ou raquianestesia), a peridural e o duplo bloqueio. Todas prezam pela possibilidade da mãe permanecer acordada durante o parto, mas sem sentir dor do peito para baixo. Qual (ou quais) será utilizada no parto depende de cada caso. “A aplicação da anestesia é direcionada de acordo com a paciente, seu quadro clínico, asituação do trabalho de parto, entre outros fatores”, afirma o anestesiologista Dr. Oscar César Pires, Diretor do Departamento Científico da Sociedade Brasileira de
Anestesiologia (SBA)
Diferença básica entre os tipos de anestesia é o local onde o anestésico é aplicado. “A ráqui é administrada muito próxima aos nervos da medula espinhal”, explica o Dr. Ricardo Goldstein, anestesiologista do HospitalIsraelita Albert Einstein. “Já a peridural é colocada em um espaço mais distante e com uma membrana separando-a dos nervos. O duplo bloqueio nada mais é que a combinação entre as duas técnicas: um cateter é colocado dentro do espaço peridural para posterior administração do anestésico durante o trabalho de parto”. Além disso, existe uma diferença de intensidade dos medicamentos e tempo do efeito decada um: a raquidiana é administrada em menor volume (2 ou 3 ml) e tem efeito total em, no máximo, 2 minutos, enquanto a peridural, que leva de 7 a 10 minutos para anestesiar a paciente, pode chegar a um volume de até 30 ml.
Na cesariana, a barriga será coberta com um anti-séptico destinado a exterminar as bactérias e a anestesia será a epidural (em alguns casos a geral é necessária). A...
tracking img