Participaçao dos automóveis importados no mercado automotivo brasileiro

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1116 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
http://www.iedi.org.br/artigos/top/analise/analise_iedi_20110801_industria_a_presenca_dos_importados_no

_setor_automotivo_brasileiro.html
  | 1º de agosto de 2011 |   | Indústria
A presença dos importados
no setor automotivo brasileiro |   |   |
| | | | | |
  |   |     
O mercado consumidor doméstico de veículos e autopeças teve excepcional crescimento no período 2005-2010. Em2005, o total de veículos licenciados no Brasil foi de 1,7 milhão, chegando a 3,5 milhões em 2010. Isto é, a demanda interna aumentou em 1,8 milhões de veículos anuais, mais do que dobrando desde o início do período considerado. As razões para esse desempenho são várias. Mas, dois vetores, em especial, ajudam a explicar grande parcela desse novo patamar. São eles: o aumento real da massa derendimentos e o crescimento do crédito, sobretudo para a aquisição de bens duráveis, como os automóveis. Como cabe notar, o mercado externo teve fraca performance para o produto brasileiro, com o encolhimento de 30% das exportações no mesmo período, em grande medida, devido à grande crise internacional de 2008.Para atender a esse novo e dinâmico mercado interno, a oferta foi ampliada. Sempre com base osanos de 2005 e 2010, de um lado a produção nacional aumentou 75% e, de outro, as importações (em número de veículos importados licenciados) tiveram alta de 650%, saindo de 88 mil para 660 mil veículos. Com isso, a participação dos importados no licenciamento total, que era de apenas 5%, passou a ser de quase 19%, com tendência de alta, pois no primeiro semestre de 2011 essa parcela já alcançou22,4%. É ilustrativo avaliar o quanto o veículo importado vem absorvendo o crescimento do mercado interno consumidor ao longo do período. Na média dos cinco anos do boom do mercado automobilístico brasileiro – 2006 a 2010 -, quando o consumo interno anual de veículos cresceu em 1,8 milhões unidades, 31,8% desse aumento foi satisfeito pelo produto importado. Trata-se de um índice alto, mas suaevolução nos anos do pós-crise é muito mais impressionante. Em 2006 e em 2007, a importação respondeu por um quarto do crescimento do mercado interno, avançando para 28,1% no ano seguinte. Vale observar que o complemento desses percentuais corresponde à absorção pelo produto produzido no país, ou seja, cerca de 75% em 2006 e 2007 e 72% em 2008. Já, no ano de 2009, o atendimento pelo produto estrangeiro docrescimento do mercado interno chegou a 35,4% e a 45,8% em 2010, com redução correspondente no atendimento da demanda interna pelo produto nacional para 65% e 54%, respectivamente, nesses dois anos. Isso significa que, na margem, o peso do produto importado em 2010 já praticamente equivalia ao da produção doméstica no mercado automobilístico nacional. Esses números indicam com clareza o quanto oquadro de produção interno versus importação está sendo alterado no período recente. Ademais, o futuro indica que a tendência é a de uma ainda maior penetração do produto automobilístico estrangeiro, pois no comparativo dos seis primeiros meses de 2011, o importado absorveu nada menos do que 68% do crescimento do mercado brasileiro, correspondendo a apenas 32% a absorção pelo veículo nacional.Aimportação traz benefícios relevantes ao consumidor porque diversifica as opções de consumo, atua como incentivo para a redução de preços e para a melhora da qualidade do produto doméstico e é fator de atração de futuros investimentos de novos fabricantes. O lado negativo reside na velocidade do processo em que o produto do exterior vai sobrepujando o nacional, o que é reflexo não apenas de umcontexto internacional em que o mercado brasileiro desponta como um dos mais dinâmicos em todo o mundo – e por isso é alvo de estratégias agressivas por parte de empresas internacionais –, mas que espelha também um déficit crescente de competitividade da produção realizada no Brasil, o que precisa ser corrigido de forma urgente.A maior penetração do veículo e da autopeça importado no mercado...
tracking img