Parques fluviais

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1429 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
V. 07, N. 02, 2011 – Categoria: Resumo Expandido

PARQUE FLUVIAL NA REGIÃO DO VALE MÉDIO TIETÊ
Autor: Fernando Vicente de Oliveira

Orientador André Munhoz de Argollo Ferrão

Instituição: Universidade Estadual de Campinas. UNICAMP

OBJETIVO

Caracterizar a região do Vale do Médio Tietê, em sua ligação entre as cidades de Cabreúva, Itu, Salto e Porto Feliz através do eixo formado pelorio Tietê, em sua bacia pertencente ao Sorocaba Médio – Tietê, no Estado de São Paulo, Brasil, como um parque fluvial, no modelo do Parque Fluvial do rio Llobregat, Catalunha, Espanha, enquanto uma potencialidade e ferramenta para o uso do planejamento e da ordenação territorial assim como um veículo de desenvolvimento regional. A questão de partida é como um parque fluvial pode relacionar asiniciativas que afetam a população local e se os parques levam em conta as representações sociais e como o seu processo de execução, contempla a paisagem e patrimônio. INTRODUÇÃO

A região do Vale Médio Tietê, cuja ligação entre as cidades de Cabreúva, Itu, Salto e Porto Feliz tem o rio Tietê como eixo, em sua bacia pertencente ao Sorocaba Médio – Tietê, no Estado de São Paulo, Brasil, possui aolongo de seu percurso um patrimônio diversificado, que é valorizado como bem cultural. Este patrimônio constituise de um legado, material e imaterial, com edificações, fazendas, festas, parques e paisagens que no transcorrer das últimas décadas tem merecido destaque pelos órgãos de preservação, assim como pelos meios científicos, que estudam a região.

440

V. 07, N. 02, 2011 – Categoria: ResumoExpandido

Estas cidades tiveram seus primeiros assentamentos já desde o século XVII, com dinâmicas diferenciadas de cultura e economias, alterando a paisagem

significativamente.

Em seu início era entreposto de bandeirantes, passando por uma forte economia de cana-de-açúcar e depois do café, sendo por fim ocupado para o setor industrial e de serviços. Todos estes períodos são marcados pelapresença cultural que marca a sua paisagem expressivamente. Os municípios estudados ocupam a área deste trecho da bacia, algumas tendo seus centros edificados às margens do rio. O que configura espacialmente as cidades como as antigas fazendas é o espaço formado ao longo do eixo do rio.

Hoje, os bens culturais que se formaram, de todas estas cidades, graças à conexão do rio, são valorizadospelo ponto de vista histórico, estético e simbólico, mas alguns se encontram ameaçados pela especulação, correndo o risco de serem descaracterizados ou, até mesmo, desaparecerem. Para isso é fundamental examinar de maneira mais aprofundada e multidisciplinar, as particularidades compositivas, materiais e imateriais de cada um dos patrimônios, apreendendo seus elementos estruturadores na lógica de umparque fluvial. INFORMAÇÕES UTILIZADAS, RESULTADOS E REFLEXÕES OBTIDAS: UMA NOVA VISÃO PARA O RIO TIETÊ.

Para a área a ser analisada enquanto um parque fluvial este trecho de sua bacia conta com uma série de sete parques já constituídos: Estrada Parque APA Cabreúva-Itu; Parque dos Varvitos, Itu; Parque Rocha Moutonée, Parque das Lavras, Parque do Lago e Memorial do rio Tietê, todos em Salto eParque das Monções, Porto Feliz. Além destes parques há a potencialidade de criação de um parque dos Matacões, entre os municípios de Salto e Itu. Estes parques além do caráter histórico da região, contam com santuários de natureza ricos tanto em fauna e flora, como em vestígios geológicos, o que será indicado nesta proposta de parque fluvial.

441

V. 07, N. 02, 2011 – Categoria: ResumoExpandido

Ab´Sáber(2003) já distingui o canyon do Tietê à jusante de Cabreúva e à montante de Itu como um importante desfiladeiro, internamente revestido por uma densa floresta tropical biodiversa. A novidade reside no fato que nas poucas vertentes onde afloram matacões ou lajes de granito existem remanescentes minirrelictos de mandacarus, indicando que cactáceas precederam as florestas tropicais...
tracking img