Parque tecn

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 31 (7689 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
I - INTRODUÇÃO
Parques Tecnológicos são ambientes de inovação. Como tal, instrumentos
implantados em países desenvolvidos e em desenvolvimento para dinamizar economias
regionais e nacionais, agregando-lhes conteúdo de conhecimento. Com isso essas
economias tornam-se mais competitivas no cenário internacional e geram empregos de
qualidade, bem-estar social, além de impostos.
É típico queesses parques se localizem próximos a universidades e centros de
pesquisa, geradores de conhecimento e, principalmente, de recursos humanos altamente
qualificados. Essa proximidade gera sinergias e oportunidades.
O Brasil é um país que despertou tardiamente para a inovação tecnológica. Apesar
de possuir uma boa capacidade de gerar conhecimento, não foi capaz de produzir,
concomitantemente, umapolítica eficaz de uso do conhecimento. No estado de São Paulo esse descompasso é mais notório, por possuir as instituições acadêmicas mais avançadas.
O Sistema Paulista de Parques Tecnológicos foi instituído pelo governo paulista
com o objetivo de estruturar uma política que incentive a criação e a articulação de parques tecnológicos no Estado de São Paulo. Para isso é necessário articular ostrês níveis do poder público, os diversos setores da academia e o setor privado, tanto o industrial como o de serviços e o imobiliário.
II.d – Parques Tecnológicos
Em se tratando de C&T, existe uma grande variedade de conceitos que descrevem a
agregação de empreendimentos com base tecnológica. Usa-se um conceito de pólo
tecnológico no sentido de descrever uma região onde há uma concentraçãomaior de
atividades tecnológicas do que em outras. Trata-se um conceito um tanto quanto difuso,
pois essas atividades podem não estar relacionadas a um único tema, nem concentrados
num espaço físico comum nem possuir algum tipo comum de gestão. No Estado de São
Paulo, por exemplo, Campinas, São José dos Campos e São Carlos são percebidos como
pólos tecnológicos.
Outro conceito desenvolvido emanos recentes são os APLs - Arranjos Produtivos
Locais, que já são objeto do apoio da Secretaria de Desenvolvimento, do SEBRAE e da
FIESP, visando promover a competitividade e a sustentabilidade das micro e pequenas
empresas. No entanto, os nexos com a inovação tecnológica não são sua ênfase principal –
em pesquisa FIESP recente, no universo de empresas vinculadas dos 31 APLs de São
Paulo,apenas 8% estão em condições de fazer atividades de inovação.
Por outro lado, incubadoras de base tecnológica são organizações especificas que
procuram abrigar e incentivar micro e pequenas empresas para viabilizar seu
desenvolvimento inicial e temporário, quando não viabilizar também sua criação.
Freqüentemente uma incubadora funciona em um único prédio. As mais bem sucedidas
necessitamampliar suas atividades e buscam a pós-incubação, uma etapa posterior, na qual
as empresas já se encontram em estágio mais avançado de consolidação.
Parques Tecnológicos – uma realidade nos países com maior desenvolvimento em
ciência e tecnologia – são, de acordo com a concepção adotada no Sistema Paulista de
Parques: “empreendimentos criados e geridos com o objetivo permanente de promoverpesquisa e inovação tecnológica, estimular a cooperação entre instituições de pesquisa,
universidades e empresas, bem como dar suporte ao desenvolvimento de atividades
empresariais intensivas em conhecimento, implantadas na forma de projetos urbanos e
imobiliários que delimitam áreas específicas para localização de empresas, instituições de
pesquisa e serviços de apoio”.
Trata-se de empreendimentosimplantados em grandes áreas públicas ou privadas,
tendo em sua área de abrangência entidades científicas e tecnológicas – universidades e
institutos de pesquisas – e tornando-se sede de unidades de P&D&I (pesquisa,
desenvolvimento e inovação) de empresas privadas.
Em verdade, a experiência internacional mostra que há diversas formas de
organização de parques tecnológicos, tanto no...
tracking img